PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No videogame, David Luiz é patinho feio na defesa da seleção do ano

Do UOL, em São Paulo

13/01/2015 06h00

A defesa da seleção brasileira foi lembrada na festa de gala da Fifa, mas a derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo cobrou o seu preço. Pelo menos no videogame. O brasileiro David Luiz foi eleito para a seleção do ano da FIFPro, a associação dos jogadores de futebol do planeta, mas se tornou o patinho feio da lista: ele tem o pior nível virtual entre os convocados para a defesa ou meio-campo.

O zagueiro do PSG, em sua versão seleção do ano, terá o nível geral 89 – sua versão normal, para comparação, tem nível 82. Enquanto isso, seus companheiros foram agraciados com números superiores. Thiago Silva tem 93 (contra os normais 87), Sérgio Ramos, 94, e Lahm, 95. Terceiro colocado na eleição da Bola de Ouro, o goleiro alemão Neuer aparece com 96.

No meio-campo, o cenário é parecido. Tony Kroos tem 93, Di Maria, 94, e Inisesta, 95. O nível dos últimos três atletas da seleção do ano será anunciado nos próximos dias. A EA Sports, produtora da série FIFA, está liberando os atletas turbinados para seus usuários em pacotes. O primeiro tinha goleiro e defensores. O segundo, o meio-campo, disponível desde quarta-feira. O último, com os atacantes (Messi, Robben e o ganhador da Bola de Ouro Cristiano Ronaldo), só deve estar disponível para os gamers na sexta-feira.

David Luiz é o segundo jogador na história da seleção dos melhores do ano da Fifa que não ganhou uma versão virtual no Ultimate Team com nível geral de pelo menos 90. O outro também é brasileiro: o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, apareceu na lista de 2012 e ganhou uma versão especial com os mesmos 89 do zagueiro.

A seleção do ano do game foi criada no Fifa 12, com os eleitos do ano de 2011. Desde então, os destaques da temporada ganham, todo ano, versões turbinadas. Esses jogadores estão disponíveis no modo Ultimate Team, em que gamers montar elencos comprando e vendendo jogadores.

Futebol