PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos usa 'investidor misterioso' e compra parte de Lucas Lima

Terceiro Tempo
Imagem: Terceiro Tempo

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

06/01/2015 18h19

A nova diretoria do Santos concretizou a sua primeira compra envolvendo atletas. Trata-se do meia Lucas Lima, principal destaque do time na temporada passada. Um investidor misterioso, já que o clube não revelou o parceiro, depositou no inicio da tarde desta terça-feira a quantia de R$ 968 mil para comprar 10% dos direitos econômicos que pertenciam ao Internacional.

O Santos não tinha nenhuma porcentagem de Lucas Lima. Agora, os direitos econômicos do jogador ficam divididos da seguinte forma: 10% para o clube paulista, 80% para a Doyen Sports e 10% para a empresa do agente do meia, Edson Khodor.

Além dos 10%, o Santos ainda terá direito a 20% do lucro que a Doyen obter em um futura venda de Lucas Lima.

O camisa 20 do Santos em 2014 alega que tem uma proposta do exterior, mas o empresário do atleta não revelou o valor da oferta. O Flamengo também quer usar a parceria com o grupo de investimentos Doyen Sports para contratá-lo.

Lucas Lima já "provocou" um imbróglio entre a antiga diretoria do Santos, Doyen e seu empresário Edson Khodor. Em setembro do ano passado, o agente ficou irritado ao tentar vender 40% dos direitos econômicos que detinha do atleta ao clube da Baixada. Isso porque Khodor descobriu que durante as negociações, a diretoria santista recebeu o montante da Doyen Sports para compra da porcentagem de Lucas Lima, mas preferiu gastar a verba no seu fluxo de caixa. O empresário considerou que os dirigentes santistas não cumpriram com a palavra, pois haviam prometido que só aguardavam o deposito da Doyen para efetuar a compra.

Dois meses depois, a Doyen, que já havia comprado 40% que pertencia ao Internacional no inicio de 2014, decidiu fechar o acordo diretamente com o agente do atleta e comprou mais 40%. Foi assim que o grupo liderado por Renato Duprat ficou com 80% dos direitos econômicos de Lucas Lima.

Futebol