PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Astro dos EUA na Copa, goleiro tira "ano sabático" da seleção

Tim Howard quer tirar um ano de "folga" da seleção para aproveitar sua família - AP Photo/Themba Hadebe
Tim Howard quer tirar um ano de "folga" da seleção para aproveitar sua família Imagem: AP Photo/Themba Hadebe

Das agências internacionais

21/08/2014 17h58

Tim Howard saiu da Copa do Mundo como grande herói da seleção dos EUA. O goleiro, que deixou o Brasil nas oitavas de final depois da derrota para a Bélgica, virou celebridade em seu país natal após desempenhar grandes atuações e entrar para a história como o atleta que mais fez defesas em uma única partida. Chegou até a receber ligação do presidente Barack Obama.

Agora, Howard quer um momento de paz. Ele disse que espera passar mais tempo com sua família e por isso ficará fora da seleção nacional por um ano. A Federação de Futebol dos Estados Unidos distribuiu um comunicado nesta quinta-feira (21), afirmando que o atleta só voltará a estar disponível para o técnico Juergen Klinsmann em setembro de 2015. Howard continuará defendendo seu clube na Inglaterra, o Everton.

“Ter jogado no exterior nos últimos 12 anos não podendo ficar com família, faz este compromisso muito importante para mim. É a decisão certa no momento certo. Jurgen sempre esteve à frente com todos os jogadores dizendo que você tem que ganhar o seu lugar, o que eu concordo, por isso estou ansiosos para voltar e competir por uma vaga”, disse o goleiro na nota.

O técnico Klinsmann disse que entendeu a situação do jogador de 35 anos após uma conversa produtiva, mas destacou que ele não terá lugar cativo quando decidir voltar. “Eu disse a ele, enquanto for o mesmo Tim Howard, sempre com um bom desempenho, será bem-vindo com os braços abertos. Ele sabe que terá que provar que merece estar de volta”, finalizou.

Futebol