PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Puyol defende Suárez por mordida durante a Copa: "pode acontecer"

Do UOL, em São Paulo

21/07/2014 09h31

Agora membro do corpo diretivo do Barcelona e ‘braço direito’ do diretor esportivo Andoni Zubizarreta, o ex-jogador Carles Puyol saiu em defesa de Luis Suárez por conta da mordida que deu no zagueiro Chiellini, da Itália, durante a Copa do Mundo.

De acordo com Puyol, a atitude do atacante uruguaio não é justificável, mas é algo ‘que acontece’.

“A ação de Suárez não é justificável, mas são momentos em que muita coisa está em jogo, e pode acontecer. De qualquer forma, ele se desculpou”, analisou Puyol, para depois elogiar um dos novos reforços do Barcelona para a próxima temporada.

“Ele é um grande jogador, muito competitivo e objetivo. Acredito que ele poderá contribuir bastante com a equipe, que já tem muita qualidade. Com Luis podemos ser mais fortes”, completou o ex-zagueiro do clube catalão em uma entrevista ao site da Fifa.

Puyol falou ainda sobre sua nova função no Barcelona, e brincou com a possibilidade de um dia ser treinador: "Muita gente me disse que eu podia ser técnico, mas não me chamaram. O melhor, claro, é jogar, mas tudo acaba. Você tem que buscar o seu espaço, e o mais importante é estar vinculado a algo que você sabe fazer. O Barcelona me deu essa oportunidade e agradeço muito por ela".

Futebol