PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pelé se diz muito triste pela morte de Di Stéfano

Do UOL, em São Paulo

07/07/2014 17h28

Pelé se disse muito triste pela morte do jogador argentino e espanhol Alfredo Di Stéfano, que morreu nesta segunda-feira.  “Fico muito triste em saber da morte do grande Alfredo Di Stéfano”, disse no Twitter.

“Quando nós jogávamos, o Santos e o Real Madrid eram os principais rivais, por serem os melhores times do mundo”, lembrou o craque.

O brasileiro elogiou Di Stéfano por seu pioneirismo. Ele foi um dos primeiros jogadores a fazerem o caminho que se tornou comum entre jogadores sul-americanos, de ir jogar na Europa. “Hoje, toda a abertura entre os jogadores latino-americanos e os clubes europeus foi dada graças ao trabalho de Alfredo Di Stéfano. Ele foi um pioneiro e, acima de tudo, foi uma lenda do futebol. Que Deus o tenha.”, comentou.

O ex-jogador, que integrou as seleções nacionais da Argentina, Colômbia e Espanha, morreu em um hospital de Madri, dias depois de sofrer um parada cardiorrespiratória. Di Stéfano vivia na Espanha desde os anos 50.

Futebol