PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fifa suspende proibição do Barcelona contratar jogadores por um ano

Das agências internacionais

Em Barcelona

23/04/2014 07h16

A Comissão de Apelação da Fifa anunciou, nesta quarta-feira, que suspendeu a sanção contra o Barcelona, que impedia o clube de contratar novos jogadores por um ano. A decisão é válida até a data em que será decidido se o recurso feito pelo clube catalão é válido.

O presidente da Comissão, Larry Mussenden, justificou a sua decisão no fato de que, dada  a complexidade da matéria e a proximidade da data do próximo período de inscrição (1 de julho de 2014), não haveria tempo para o recurso do Barcelona junto ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) ser avaliado. O processo definitivo só deve acontecer até a próxima janela de transferências.

Já o presidente do Barcelona, Josep Maria Bertomeu, garantiu que o clube continuará recorrendo da punição junto ao Comitê de Apelação da Fifa. Ele levará o caso ao CAS, se necessário, solicitando suspensão provisória da sanção, a qual chamou de "grande injustiça".

No dia 2 de abril, a Comissão Disciplinar da Fifa decidiu proibir o Barça de contratar jogadores por um ano após o clube catalão negociar com atletas estrangeiros menores de 18 anos, pratica que é proibida pela entidade. Além da punição, o clube também foi multado em R$ 1,15 milhão (450 mil francos suíços).

O Barcelona é um clube que tem uma das categorias de base mais conhecidas do mundo: a "La Masia". A fábrica de pequenos craques tem times a partir do sub-11.

Muitos jogadores do time principal foram formados pelo próprio Barça. Messi, Xavi, Iniesta e Pedro, por exemplo, defendem o time catalão desde crianças.

A Fifa pode autorizar esse tipo de transferência internacional de menores apenas em três casos

  • Se os pais do jogador mudaram para o país por conta própria, sem nenhuma razão relacionada ao futebol

  • Se a transferência acontecer entre países da União Europeia e o jogador tiver a idade entre 16 e 18 anos

  • Se a casa do jogador ficar a menos de 50 km da fronteira do novo país, assim como a central do clube ficar a menos de 50 km do mesmo ponto; sendo assim, a distância máxima permitida entre casa/clube é de 100 km

Futebol