PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Independente nega relação com Juvenal e liga candidato rival ao Santos

Torcedores manifestaram no portão do Morumbi após derrota do São Paulo - Julia Chequer/Folhapress
Torcedores manifestaram no portão do Morumbi após derrota do São Paulo Imagem: Julia Chequer/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

22/07/2013 16h02

A torcida uniformizada Independente, do São Paulo, emitiu nota oficial nesta segunda-feira negando haver qualquer ligação com Juvenal Juvêncio. O grupo foi acusado de proteger o dirigente em meio a críticas de torcedores feita no acesso ao Morumbi pouco após a derrota do clube para o Cruzeiro, 3 a 0, pelo Brasileirão.

Vários membros da Independente teriam ido ao churrasco promovido na sede social do clube no domingo para apoiar Juvenal. O evento terminou em discussão entre aliados e torcedores insatisfeitos com o presidente do clube.

“Diante dos fatos ocorridos durante o final de semana vimos por meio desta esclarecer que antes de mais nada não temos nenhum partido político dentro do clube, não somos a favor de A, B, C ou D, só que não podemos permitir calados que o SÃO PAULO FC seja presidido por alguém que não seja de fato são paulino”, diz trecho do comunicado da Independente. 

A torcida uniformizada informa que não apoiará o pré-candidato à presidência Marco Aurélio Cunha alegando que ele possui estreito relacionamento com o Santos. Um vídeo foi postado pela torcida mostra Cunha cantando o hino do Santos. O pré-candidato à presidência do São Paulo trabalhou no time da Vila Belmiro nos anos 90.

“A diretoria da Torcida Tricolor INDEPENDENTE não apoiará em nenhum momento o Sr. Marco Aurelio Cunha que teve um vídeo divulgado no Youtube onde o mesmo canta em alto e bom som o hino de um clube rival”.

Em contato com a reportagem, a assessoria de Marco Aurélio Cunha informou que ele está no exterior e impossibilitado de se pronunciar no momento.

Futebol