PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Flamengo já negocia com Defensa aval para ter público na Libertadores no DF

Supercopa do Brasil, entre Flamengo e Palmeiras, contou com público convidado pela CBF e por patrocinadores, em abril - Buda Mendes/Getty Images
Supercopa do Brasil, entre Flamengo e Palmeiras, contou com público convidado pela CBF e por patrocinadores, em abril Imagem: Buda Mendes/Getty Images
Exclusivo para assinantes UOL

Leo Burlá e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/07/2021 04h00

O desejo do Flamengo de ter público no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores está vivo, mas depende de um acordo justamente com o Defensa y Justicia, rival rubro-negro nesta fase da competição. Com as autoridades de Brasília, o Fla já tem o aval para jogar com 10% do Mané Garrincha ocupado por torcedores com o esquema completo de vacinação. A Conmebol também já abraçou a ideia e não vê a hora de melhorar o espetáculo.

Para o final feliz, no entanto, os rubro-negros conversam para compensar financeiramente os argentinos por conta de uma mudança de logística em cima da hora. Inicialmente, o jogo do dia 21 estava marcado para o Maracanã, mas a Prefeitura do Rio barrou a ideia de torcedores, e o Flamengo buscou a capital federal como alternativa. Como brasileiros e argentinos se enfrentam hoje (14), a expectativa é que as partes cheguem a um consenso nas próximas horas.

Felipe Melo não procurou a diretoria após fala de Galiotte

O Palmeiras tem certeza que a questão Felipe Melo, no que diz respeito à não renovação de seu contrato pela atual diretoria, é caso superado. Após a entrevista do presidente Mauricio Galiotte ao UOL, tratando a reclamação pública do jogador como algo desnecessário, Felipe não procurou nenhum membro da diretoria para tornar a falar do assunto. Internamente, a avaliação é que Felipe absorveu o recado, e acredita-se que ele não deve mais trazer o assunto à tona por entender não ter havido enorme comoção. "Felipe é inteligente e leu o cenário", disse um membro do departamento de futebol do clube à coluna. (Por Diego Iwata Lima)

Inter, Grêmio e FGF se reúnem por volta de público no Rio Grande do Sul

Acontece nesta semana uma reunião entre Grêmio, Internacional e FGF (Federação Gaúcha de Futebol) para alinhar plano de retomada de público nos estádios do Rio Grande do Sul. O encontro deve definir detalhes operacionais e propor critérios para abertura dos portões, usando a final da Copa América e o aval da Conmebol para jogos da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana como precedente. A ideia, no entanto, precisa de aval do Gabinete de Crise do Estado. O grupo de trabalho ainda considera o tema "inoportuno". (Por Jeremias Wernek)

Inter tentou zagueiro do América-MG antes de ter argentino

O Internacional tentou a contratação de Anderson, zagueiro do América-MG. A tratativa aconteceu até o início de julho, quando o clube gaúcho buscou no mercado da bola opção para melhorar a defesa do time. Aos 26 anos, o jogador do clube de Belo Horizonte foi alternativa para a investida em Gabriel Mercado, ex-River Plate, que acabou contratado pelos dirigentes colorados. Anderson passou pelo Grêmio e tem contrato em Minas Gerais até dezembro. O Inter chegou a sinalizar com salário maior que o dobro do vencimento atual do jogador. O América-MG ofereceu aumento de R$ 10 mil, em compensação, mas ainda não fechou acordo para renovar. (Por Henrique André e Jeremias Wernek)

Torcida do São Paulo arrecadou R$ 40 mil para projeto "Morumbi Raiz"

A Independente, uma das torcidas organizadas do São Paulo, encabeçou um projeto chamado "Morumbi Raiz", com provocações aos rivais Corinthians e Palmeiras. A ideia de seus organizadores é valorizar, segundo Baby, presidente da organizada, que apenas o São Paulo ainda tem um estádio —os rivais chamam suas respectivas casas de "Arenas". O projeto contou com vaquinha entre a torcida e arrecadou R$ 40 mil até o momento. Foram montadas no Morumbi 20 faixas, 10 bandeiras de países, oito de ídolos e uma do estado da Bahia. Uma nova música também foi criada como parte do projeto. DJ Rhuivo e MC Claudio foram os responsáveis pela letra, que contou com trechos dos cânticos da torcida. A canção deve ser disponibilizada nas plataformas digitais em breve. (Por Brunno Carvalho)