PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Maia tenta caducar MP das transmissões, mas apoio de clubes trava ideia

Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados - Adriano Machado
Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados Imagem: Adriano Machado
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

24/07/2020 04h00

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não tem intenção de colocar a Medida Provisória 984/20 - MP que dá direito aos mandantes de negociarem e decidirem sobre transmissões de futebol sem anuência do time visitante. Evitando se envolver no conflito entre o presidente Jair Bolsonaro e o Grupo Globo por conta da pauta, Maia sinalizou a interlocutores que deixaria o mesmo caducar - perder a validade após 120 dias da publicação.

O martelo só não está batido por conta do apoio de 16 clubes dos 20 da série A do Campeonato Brasileiro à MP — o curioso é que o clube do coração de Rodrigo Maia, o Botafogo, é um dos quatro que se posiciona contrário à medida. Desde o início, Maia e líderes do Congresso envolvidos diretamente com o tema, como Marcelo Aro (PP-MG), disseram que escutariam a vontade dos times. Mesmo sem qualquer previsão para colocar o texto na pauta da Câmara nas próximas semanas, Maia ainda avaliará o caso. As lideranças agora também querem ratificar a posição dos 20 times da série B, buscando ampliar o leque de opiniões. Na última semana, 19 (Ponte Preta foi exceção) se mostraram favoráveis à Medida. Nesta semana, no entanto, o entendimento apontava para a mudança de avaliação de alguns clubes. (Por Pedro Ivo Almeida e Thiago Fernandes)

UOL de Primeira