PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Brasileiro que gritou "b... rosa" na Rússia vai à Justiça contra Globo

Mulher estrangeira é assediada por grupo de brasileiros na Rússia durante a Copa do Mundo 2018 - Reprodução
Mulher estrangeira é assediada por grupo de brasileiros na Rússia durante a Copa do Mundo 2018 Imagem: Reprodução
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro

21/08/2019 04h00

Um dos brasileiros gravados gritando "b... rosa" para uma mulher russa durante a Copa do Mundo de 2018 acionou a TV Globo na Justiça para tentar retirar do ar conteúdos que mostrem o episódio, segundo apurou a De Primeira. Com iniciais L. S. J. (o processo corre, por enquanto, em segredo de Justiça), o homem alega ter sofrido "verdadeiro linchamento moral" causado pela publicação do seu envolvimento no caso de assédio, que ocorreu no dia 16 de junho de 2018.

Na ocasião, um grupo de pelo menos quatro homens brasileiros cercou uma mulher russa pulando e gritando "b.. rosa" sem que ela entendesse o que estava acontecendo. O primeiro pedido para a remoção de conteúdo, em caráter liminar, foi recusado pela Justiça. A Globo Comunicação e Participações S.A. ainda não foi citada no processo. (Por Pedro Lopes)

SPFC: Fora dos planos de Cuca, Everton Felipe está na mira do Cruzeiro

Fora dos planos de Cuca, Everton Felipe pode deixar o São Paulo. O meia-atacante interessa o Cruzeiro. O técnico Rogério Ceni deu aval para a negociação, que pode andar nos próximos dias. Além do time mineiro, outros clubes do Brasil e uma equipe da Turquia estão na disputa para tentar contratá-lo. O Sport já fez uma oferta para contar com o jogador até o fim deste ano, mas o Tricolor paulista não o liberou. O meia-atacante chegou ao Morumbi na última temporada, ainda não conseguiu engatar uma boa sequência de partidas e não balançou as redes pelo Tricolor paulista. O jogador, de 22 anos, não entra em campo desde o confronto com o Atlético-MG, no dia 13 de junho. (Por Marcello De Vico, José Eduardo Martins e Thiago Fernandes)

Avelar recusa salário dobrado na Arábia para ficar no Corinthians

Danilo Avelar recusou salário em dobro para ficar no Corinthians. Segundo apurou a reportagem, o Al-Ahli, da Arábia Saudita, ofereceu R$ 600 mil mensais para o lateral, que ganha R$ 300 mil no Timão. O contrato de três anos no time de coração pesou para a recusa, segundo pessoas próximas ao jogador. Com isso, o clube paulista nem precisou rejeitar a proposta de R$ 16 milhões dos árabes. (Por Samir Carvalho)

Atlético-MG e Cruzeiro se unem para evitar cancelamento do Mineiro feminino

O Campeonato Mineiro de Futebol Feminino corre sérios riscos em 2019. Duas medidas da Federação Mineira de Futebol (FMF) não agradaram aos clubes e coloca a realização do torneio em xeque. A princípio, a Federação só aceitaria clubes profissionais na competição, o que excluiria a maioria dos participantes. Além disso, havia a ideia de cobrança do quadro móvel de arbitragem dos clubes, algo que jamais aconteceu anteriormente. América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro se reuniram e pretendem um encontro com a FMF, conforme apurado pela De Primeira, para evitar que haja o cancelamento do torneio. Representantes dos três clubes estão confiantes de que podem reverter o quadro após conversa com Adriano Aro, presidente da federação local. (Por Thiago Fernandes)

Inter torce por sucesso de Sasha no Santos de olho em possível venda

De longe o Internacional torce pelo sucesso de Eduardo Sasha. E a razão para isso é financeira. No acordo de troca envolvendo Zeca, firmado no ano passado, o clube gaúcho ficou com 50% dos direitos econômicos do atual terceiro artilheiro do Brasileirão. Nos bastidores, o Inter entende que Sasha poderá ser vendido ao fim da temporada e metade do valor entrará nos cofres do clube. (Por Marinho Saldanha)

Vasco: Camisa III não ameniza desgaste com Diadora

O Vasco lançou ontem (20) a camisa III produzida pela Diadora. Este será o último modelo de 2019 fabricado pela marca, que tem contrato com o clube até o fim de 2020. O novo produto, no entanto, não significa que a relação é boa. Pelo contrário. Desgastada, a diretoria, avalia a continuidade da parceria para o ano que vem, embora não fale sobre o assunto abertamente. Os dirigentes entendem que alguns itens acordados entre as partes não têm sido cumpridos pela empresa, o que, segundo avaliação deles, pode dar embasamentos jurídicos para um rompimento unilateral. Enquanto isso, o Cruz-maltino tem recebido sondagens e realizado conversas com outras fornecedoras, como a italiana Macron, por exemplo. (Por Bruno Braz e Rodrigo Mattos)