PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Empresário planejava oferecer Pato ao Palmeiras após saída de Deyverson

Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

01/03/2019 04h00

O Palmeiras seria sondado pelo estafe de Alexandre Pato sobre o interesse do clube na contratação do atacante que tenta a rescisão na China. O plano de André Cury era oferecer o jogador assim que o Alviverde confirmasse a transação de Deyverson para o Shenzen FC. Como mostrou o De Primeira ontem, o atleta chegou a gravar um vídeo informando a saída, mas recuou após conversar com Luiz Felipe Scolari. 

André Cury também estava participando ativamente na negociação de Deyverson com o futebol chinês. Ao lado de Alexandre Mattos, diretor palmeirense, ele foi um dos que mais buscou um destino para o jogador que enfrenta resistência na Academia de Futebol após a cusparada em Richard, do Corinthians. Pato teve o nome envolvido em possíveis negociações com São Paulo e Santos. (Por Danilo Lavieri)
 

Ex-agente aciona Ricardo Goulart e cobra R$ 3,9 mi do atacante em comissões

Ex-agente de Ricardo Goulart, Sandro Becker acionou o meia do Palmeiras na Justiça, cobrando R$ 3,9 milhões em comissões. A relação entre os dois terminou quando o atleta assinou com o alviverde, mas Becker afirma que intermediou o último contrato com Guangzhou Evergrande, da China. Goulart tem vínculo com os chineses até 2022, e está emprestado ao Palmeiras. Goulart tem vínculo com os chineses até o final de 2020 - com R$ 25 milhões a receber por ano. O meia está atualmente emprestado ao Palmeiras, que banca, entre salários e luvas, cerca de R$ 1 milhão por mês. (Por Pedro Lopes)

Cota da Globo vira salvação do Fluminense para não sair do Ato Trabalhista

Ameaçado de sair do Ato Trabalhista, o Fluminense encontrou o caminho para evitar a exclusão. Em reunião realizada com membros do Tribunal Regional do Trabalho, ficou decidido que os R$ 2,4 milhões devidos virão das cotas de direitos de transmissão pagas pela Rede Globo nos próximos dias. Foi acordado que esse dinheiro será encaminhado na próxima semana e será repassado a este plano de centralização de execução, que cuida das questões referentes a estes pagamentos. O Ato é uma forma de quitar dívidas com ex-funcionários e as parcelas são mais suaves do que seriam se as dívidas fossem executadas todas de uma vez só. No caso do Flu, os débitos incluem ex-jogadores como Petkovic, Roni e Bismarck. (Por Leo Burlá)

Corinthians estipula preço por "atacante esquecido" e rejeita emprestá-lo

O Corinthians rejeita emprestar o atacante André Luis. A reportagem apurou que há interessados, mas o clube de Parque São Jorge prefere vendê-lo e, inclusive, já estipulou um preço: R$ 6 milhões. Vale lembrar que o Corinthians pagou R$ 2 milhões pelo ex-jogador da Ponte Preta em prestações e possui 100% dos direitos econômicos. André Luis foi destaque do Timão ao lado de Gustagol no amistoso contra o Santos. Ele deu duas belas assistências ao centroavante - uma resultou em gol. Foram três jogos como titular: Santos, São Caetano e Guarani. Depois o atleta foi "esquecido" por Fábio Carille e sequer foi inscrito na Copa Sul-Americana. O treinador diz que ele "não está pronto". (Por Samir Carvalho)

SP cobra dívida por Henrique Almeida para liberar Diego Souza ao Botafogo

A negociação entre São Paulo e Botafogo por Diego Souza ganhou mais um capítulo. É que a diretoria do Morumbi cobrou a de General Severiano por uma dívida de R$ 3 milhões referentes à contratação de Henrique Almeida, em 2013. As palavras foram bem claras. Não haverá avanço nas tratativas por Diego Souza antes que o débito seja quitado. O Alvinegro, então, tenta um acordo para parcelar a quantia já que não há dinheiro vivo no momento. Inicialmente, o Tricolor, no entanto, só aceita o pagamento à vista ainda mais após ficar sabendo do interesse dos cariocas via imprensa. (Por Bernardo Gentile e José Eduardo Martins)

Vasco tirou F. Bastos de clássico como punição após declaração homofóbica

Além da suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação do Rio, Fellipe Bastos sofreu outro gancho por conta dos cantos homofóbicos provocando o Fluminense após o título da Taça Guanabara. O meia não foi relacionado para o último jogo do Vasco, contra o Botafogo, pelo Campeonato Carioca. A decisão não foi exatamente da comissão técnica, mas sim da cúpula cruzmaltina após a polêmica. A decisão, inclusive, irritou o jogador, que não digeriu bem o caso. (Por Pedro Ivo Almeida)

Em "estágio" de curso da CBF, César Sampaio acompanha Red Bull Brasil

O ex-volante César Sampaio, que também tem trabalhado como comentarista da ESPN Brasil, tem acompanhado o Red Bull Brasil nos últimos dias para observar o trabalho de campo do técnico Antônio Carlos Zago. É uma espécie de estágio que faz parte do curso de formação de treinadores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Sampaio já está na última etapa, a que dá direito a licença "Pro", e ontem foi até o CT da Barra Funda para ver o jogo-treino entre São Paulo e Red Bull. Ele aproveitou para rever amigos que fez no Tricolor, onde jogou em 2014, e conversou bastante com Moraci Sant'anna, ex-preparador físico da seleção brasileira e atual auxiliar de Zago no Red Bull. Inter desiste de negociar Camilo por falta de meias no elenco. (Por Bruno Grossi)