PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Neymar pai tentou levar Lucas Lima ao Barça, mas saída de Neymar impediu

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo e Rio de Janeiro

23/10/2018 04h00

Neymar da Silva Santos, pai de Neymar, tentou costurar a transferência de Lucas Lima ao Barcelona em 2017. Em um documento apresentado à Justiça, ao qual a De Primeira teve acesso, o meia do Palmeiras afirma que "próximo a junho de 2017, o Autor (Lucas Lima) também foi sondado pela outra empresa responsável pela gestão da sua careira, N&N Consultoria, e seu representante legal Neymar da Silva Santos, com a possibilidade concreta de transferência para o FC Barcelona após o cumprimento do contrato com o Santos Futebol Clube".

Segundo o jogador, a transferência de Neymar ao PSG em agosto do ano passado inviabilizou as conversas. O documento é assinado também por Gustavo Xisto, advogado do atleta e da N&NConsultoria. No dia 22 de junho do ano passado, Lucas Lima disse a amigos em um evento de pôquer que jogaria no Barcelona. A informação ganhou repercussão, e, na época, Neymar pai e o estafe do meia negaram que a negociação estivesse acontecendo. (Por Pedro Lopes)

Fim de novela libera Palmeiras para cobrar CBF

O fato de o Palmeiras não brigar mais pela impugnação da final do Paulista nos tribunais liberou o clube para fazer críticas públicas contra a CBF, mais especificamente, contra o departamento de arbitragem. Outro fator que ajudou na revolta alviverde foi a atuação da arbitragem na semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, quando Antonio Carlos teve um gol cancelado sem a consulta do VAR - por marcação de falta de Edu Dracena no lance. Na ocasião, a desistência ainda não era certa, mas uma tendência. Galiotte, inclusive, fez uma reunião de cinco horas na CBF e saiu com discurso de defender melhorias ao futebol brasileiro.

Recentemente, o Palmeiras já se viu prejudicado pela CBF, como no pré-Copa. Na ocasião, Dudu foi inscrito em uma lista de 35 atletas que impedia o atleta de defender o Alviverde no Brasileirão. A diretoria não gostou do episódio, mas optou por abafar o caso para manter a proximidade com a entidade. Naquela época, havia a esperança de que o racha entre CBF e FPF poderia ajudar o time a cancelar a final do Estadual. Explica-se: depois de ouvir não como resposta para o pedido no TJD, o plano era conseguir uma vitória no STJD, que tem ligação com a confederação nacional. (Por Danilo Lavieri)

Bola do Paulistão - Divulgação/Penalty - Divulgação/Penalty
Imagem: Divulgação/Penalty

Final do Paulistão de 2019 terá bola "feita" por torcedor

Uma ação de marketing está sendo desenvolvida para fazer com que um torcedor comum do Campeonato Paulista de 2019 "ajude" na fabricação da bola da final do campeonato. Eduardo Milanezi, gerente de marketing da fabricante de materiais esportivos Penalty, está por trás da iniciativa, que visa associar a bola ecológica do Estadual à campanha "Futebol Sustentável", da Federação Paulista de Futebol - neste programa, torcedores trocam garrafas pet por ingressos para jogos.

Em 2019, uma equipe de filmagem acompanhará uma criança que vai levar garrafas para troca e verá seu material reciclável transformado na bola da final. De um dos jogos do Paulistão sairá a "protagonista" da decisão, entregue à arbitragem justamente pela criança doadora das pets. A Penalty fabricará para o Estadual da próxima temporada uma bola revestida com tecido feito a partir de garrafas recicladas. (Por Gabriel Carneiro)

Balanço de Eurico põe em xeque aliança com Campello

Declarando publicamente estarem unidos, o atual e o ex-presidente do Vasco, Alexandre Campello e Eurico Miranda, respectivamente, colocarão à prova a aliança a partir da reunião do Conselho de Beneméritos na próxima quinta-feira (25), quando será analisado o balanço paralelo de 2017 apresentado pelo ex-mandatário feito por seu próprio contador.

Campello já havia elaborado um em nome do clube através de uma empresa de auditoria externa que foi entregue dia 30 de abril, conforme a lei. Nele, consta um déficit de R$ 22,95 milhões deixado por Eurico. A posição do atual presidente de ratificar ao Conselho Fiscal que o oficial é o que foi apresentado em abril, além dos números conflitantes em comparação aos de Miranda, poderão gerar ruídos na relação entre os dois dirigentes. Vale salientar que o Conselho Fiscal ainda não aprovou o balanço entregue por Campello. (Por Bruno Braz)

Presidente do Bota ignora apoiadores e se afasta de grupo político

Apoiado pelo Mais Botafogo, Nelson Mufarrej foi eleito presidente do clube no fim de 2017. Ele, no entanto, se cercou de assessores pessoais e tem tomado decisões importantes sem levar em consideração a opinião do seu grupo político. A situação aconteceu em vários episódios desde o início do primeiro ano de mandato e já há um afastamento evidente. O vice-presidente geral Carlos Eduardo Pereira, inclusive, foi seu maior cabo eleitoral, mas, hoje, já não falam a mesma língua. (Por Bernardo Gentile)

Após boa procura, Flu fará nova peneira para time feminino

Em meio ao processo de montagem de seus times femininos, o Fluminense já tem tido um bom retorno de meninas interessadas em defender o clube a partir de 2018. No último sábado, 70 jogadoras a partir de 15 anos foram avaliadas em Xerém, e o Tricolor fará uma nova peneira no dia 11 de novembro na sede das Laranjeiras. Já são mais de 300 inscritas para este garimpo do próximo mês.

Mais duas atividades para captação de atletas nesta faixa etária serão realizadas ainda este ano. A iniciativa tricolor é uma parceria com o projeto Daminhas da Bola, que tem times formados e conta com a chancela da CBF. A partir de 2019, as partes buscarão talentos abaixo dos 15 anos. (Por Leo Burlá)