PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Desabafo e artilheiro da Série B iniciam crise entre Santos e Cuca

Presidente Peres está satisfeito com o trabalho de Cuca e já vê técnico acertar o time - Ivan Storti/SantosFC
Presidente Peres está satisfeito com o trabalho de Cuca e já vê técnico acertar o time
Imagem: Ivan Storti/SantosFC

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/08/2018 04h00

Uma pequena crise entre o técnico Cuca e a diretoria do Santos foi iniciada na Vila Belmiro. Cada lado tem o seu motivo. O presidente José Carlos Peres não gostou do desabafo do treinador, que disse que o clube precisa “melhorar e muito” profissionalmente. Já Cuca está insatisfeito desde que a diretoria santista não quis investir no centroavante Junior Brandão, que pertencia ao Atlético-GO e foi vendido ao Ludogorets-BUL, dirigido pelo técnico Paulo Autuori. Peres rejeitou a contratação, pois os goianos pediram R$ 5,5 milhões por 70% dos direitos econômicos do jogador de 23 anos. Brandão é agenciado por Eduardo Uram, mesmo empresário que cuida dos interesses do comandante alvinegro.

Antes da negativa do presidente, Cuca havia rejeitado a contratação de dois reforços estrangeiros (Marco Rubén, do Rosario Central, e Blandi, do San Lorenzo) para a posição em que Brandão atua. Em relação ao desabafo do treinador, o mandatário ressaltou internamente que pensa como o treinador (modernizar o Santos), mas que tem dificuldades de investir no clube pois o Comitê Gestor veta muitos de seus planos. Há quem diga que Cuca não aceitou dar entrevista coletiva ao lado de Peres e que a diretoria tenta convencer o treinador a falar nesta sexta-feira. (Por Leo Burlá)

Fluminense rejeitou quase R$ 100 mi do Monterrey por Pedro

O Fluminense jogou duro e recusou uma oferta de 20 milhões de euros (R$ 96,7 milhões) do Monterrey pelo atacante Pedro. Deste montante, o Fluminense, dono de 50% dos direitos econômicos do atleta, levaria R$ 48,3 milhões. O valor atingido pelos mexicanos era o mínimo estabelecido pelo Flu para abrir conversas, mas as tratativas não avançaram.

Ainda que precise de dinheiro, o Tricolor entende que o jogador, cortado da seleção brasileira por uma lesão no joelho, ainda irá despertar o interesse de grandes europeus, pensamento também compartilhado pelos representantes do camisa 9. Antes da investida mexicana, a cúpula de futebol do clube rejeitou uma proposta de 8,5 milhões de euros (R$ 41,1 milhões) que foi feita pelos franceses do Bordeaux. (Por Leo Burlá)

Luizão aproveita jogo do Corinthians para fazer campanha

Com o lema "gols, trabalho e dedicação", o ex-jogador corintiano Luizão aproveitou a partida do Corinthians com o Colo-Colo para fazer campanha na noite de quarta-feira. Ele é candidato a deputado federal pelo PRB e teve funcionários distribuídos na Arena para entregar "santinhos" aos torcedores. 

Depois de atuar como empresário de jogadores e comentarista, Luizão tenta emplacar na carreira política. Recentemente, ele recusou até convite em festa preparada pelo Vasco para ídolos do passado por conta do foco na campanha. Pentacampeão mundial em 2002, ele ganhou seis títulos pelo Corinthians: Paulistão (99 e 2001), Brasileiro (99), Mundial de Clubes (2000), Rio-SP (2002) e Copa do Brasil (2002). (Por Dassler Marques e Diego Salgado)

Adilson Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Atlético-MG e agente aguardam volta de Adilson por renovação

O diretor de futebol Alexandre Gallo e o agente Cristiano Manica conversam sobre a renovação de Adilson desde maio passado. Depois de uma reunião no início do mês, o dirigente programa novo encontro com o empresário do atleta na próxima semana. Eles estavam aguardando a volta do volante de 31 anos aos gramados para dar sequência às conversas sobre um novo contrato.

O meio-campista que tem um vínculo até fevereiro de 2019 na Cidade do Galo se recuperou de lesão na panturrilha esquerda e participa normalmente das atividades com o restante do elenco. Ele, inclusive, deve atuar como titular no sábado, diante do Corinthians. Com a volta do atleta, a diretoria já se prepara para sacramentar a renovação do jogador. A tendência é que o contrato de Adilson com o Atlético-MG tenha no mínimo dois anos de duração. A primeira oferta foi estender até o fim de 2019. No entanto, a oferta foi recusada pelo estafe do jogador. (Por Thiago Fernandes)

Cruzeiro aguarda parecer do CAS sobre dívida por Riascos

A ação envolvendo o não-pagamento do Cruzeiro ao Club Atlético Morelia, do México, pela contratação de Riascos, em janeiro de 2015, deve ter um desfecho em breve. Houve uma audiência em 27 de julho de 2018 na Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) e o caso foi repassado para o Arbitral Award (Sentença Arbitral, em tradução livre). O órgão tem a incumbência de apresentar a decisão final sobre o tema. Não há um prazo definido para o parecer vindo do CAS. As informações são todas divulgadas pela assessoria de imprensa da Corte.

Os mineiros devem US$ 1,145 milhão (R$ 4,73 milhões na cotação atual) pela compra de Riascos. O atleta deixou a Toca da Raposa II em 2016 para defender o Millonarios, da Colômbia. À época, o Cruzeiro alegou que o problema na Fifa havia sido resolvido. Contudo, o caso permitiu recurso dos mineiros, que foi julgado no mês passado. Hoje, o atacante defende o Dalian Yifang, da China. (Por Thiago Fernandes)

Maracanã: mais de 1 milhão de torcedores no ano

Após 34 jogos disputados em 2018, o Maracanã festeja a marca de mais de 1 milhão de torcedores presentes na atual temporada. A previsão da concessionária que administra o estádio é que mais 21 jogos sejam realizados, o que, de acordo com os cálculos da empresa, aumentará a taxa de ocupação para 2 milhões de pessoas.

Se considerados shows, eventos e o tour do estádio, o palco da final da Copa já recebeu 1,5 milhão de visitantes. Em outubro, o britânico Roger Waters, ex-integrante da banda Pink Floyd, fará um show no estádio. (Por Leo Burlá)

Ronaldo em evento do Santander - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Banco usa Ronaldo para incentivar educação financeira de atletas

O Santander entrou para o time dos principais patrocinadores da Liga dos Campeões da Europa. O banco espanhol assinou com a competição por três temporadas, em substituição ao UniCredit, e tem um projeto para ajudar na educação financeira de atletas em parceria com a Uefa. A análise é que os jogadores de futebol, em suas carreiras curtas, mesmo ganhando fortunas, ainda têm pouca preocupação em como investir o dinheiro recebido.

Esse pensamento do banco influenciou até na escolha do garoto-propaganda da parceria com a Champions League. Ronaldo Fenômeno é visto pelo Santander como exemplo a ser seguido pelos atletas, já que investe em diversos negócios do futebol e no marketing. (Por Bruno Grossi)