PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Alvo de polêmica, Sánchez teve de olhar o Google para relembrar expulsão

Carlos Sánchez no chão - Juan Mabromata/AFP
Carlos Sánchez no chão
Imagem: Juan Mabromata/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

O volante Carlos Sánchez defendeu o Santos na Libertadores sem saber que havia sido suspenso em competições sul-americanas, quando jogava pelo River Plate em 2015. A De Primeira apurou que o uruguaio precisou consultar o Google dentro do ônibus da delegação santista após o empate contra o Independiente para relembrar o cartão vermelho tomado no duelo contra o Huracan, há pouco menos de três anos. Foi neste momento que ele se deu conta de que poderia estar suspenso.

Aliás, nenhum dirigente ou integrante da comissão técnica sabia da suspensão. Tudo começou quando Cuca foi questionado por repórteres argentinos. Ao saber, ele se dirigiu a Sánchez e perguntou, mas o uruguaio disse que não estava. Em seguida, o jogador entrou no ônibus, fez a consulta, pesquisou sobre o ocorrido e comunicou ao treinador. (Por Samir Carvalho)

Andreas só recebeu contato da CBF na véspera de convocação

Entre os nomes chamados por Tite na última sexta-feira (17), o meia Andreas Pereira entrou de última hora na relação do Brasil para amistosos contra El Salvador e Estados Unidos em setembro. O jogador do Manchester United, que nasceu na Bélgica e tem pais brasileiros, recebeu contato da CBF apenas na quinta, véspera da convocação, depois da grande maioria dos listados.

UOL de Primeira