PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

CBF como intermediária e demora em premiação incomodam clubes na Conmebol

Conmebol.com/Divulgação
Imagem: Conmebol.com/Divulgação

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

21/08/2018 04h00

No encontro desta última segunda-feira no Paraguai, os clubes participantes levaram uma série de demandas à Conmebol. Um dos pontos sensíveis do debate foi a demora nos pagamentos de premiações referentes aos torneios sul-americanos. Os brasileiros, ao lado dos argentinos, queriam mudar o sistema que prevê a CBF e a AFA como intermediárias na transferência dos valores.

A confederação sul-americana, no entanto, explicou que não pode mudar o sistema de pagamento por uma questão estatutária – uma vez que o depósito é feito aos filiados da Conmebol, que são as confederações, não os clubes. E as entidades nacionais fazem o repasse. No entanto, após o registro do incômodo, o presidente Alejandro  Dominguez prometeu que iria solicitar urgência nas transações. (Por Pedro Ivo Almeida)

Conmebol promete ajuda a brasileiros em debate por calendário

Incomodados com os desfalques por conta de convocações, os clubes brasileiros aproveitaram a mesma reunião na Conmebol para pedir ajuda à entidade no debate. A ideia dos times é que a confederação sul-americana dê apoio a um debate com a CBF para possíveis mudanças no calendário. O presidente Alejandro Domínguez sinalizou que vai buscar um entendimento com a confederação brasileira. 

Representada pelo diretor de competições, Manoel Flores, a CBF disse estar aberta a futuras conversas. Participaram do encontro representantes de Corinthians, Palmeiras, Santos, Flamengo, Grêmio e Cruzeiro, clubes do país que seguem na disputa nas oitavas de final da Copa Libertadores. (Por Jeremias Wernek e Pedro Ivo Almeida)

Diego Aguirre - Ale Cabral/AGIF - Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Caos no Uruguai deixa SP mais perto de renovar com Aguirre

Parte das atenções da diretoria tricolor estará voltada para a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) nesta terça-feira (21). Em Montevidéu, estava prevista a caótica eleição, que deve ser adiada para que os clubes locais inscrevam novos candidatos, para a presidência da entidade responsável por comandar a modalidade no país. O interesse são-paulino no pleito é motivado pelo técnico Diego Aguirre. O treinador da equipe líder do Brasileirão é o mais cotado para dirigir a seleção, caso Óscar Tabárez não continue no cargo. O atual técnico teve uma reunião com dirigentes locais para discutir a possibilidade de seguir à frente do selecionado uruguaio. O caos se dá porque um candidato (Wilmar Valdez, que é um entusiasta de Aguirre) renunciou, e outros dois (Eduardo Abulafia e Arturo Del Campo) foram reprovados no teste de idoneidade e impugnados. Já os possíveis postulantes Ignacio Alonso e Fernando Nopitsch não agradam os clubes.

Por isso, os dirigentes buscam um candidato para ser registrado nesta terça. Enquanto não é definido o nome do novo presidente, Edgar Welker seguirá no cargo, sendo que ele já conversou com Tabárez. No momento, a seleção é dirigida por Fabián Coito, do sub-20. Todas essas confusões deixam Aguirre mais longe da seleção. O treinador tem contrato com o São Paulo até o fim deste ano e garantiu diversas vezes que vai cumpri-lo. Segundo apurou a De Primeira, a diretoria tricolor pretende sentar com o treinador entre setembro e outubro para discutir a renovação do acordo - desta maneira, o uruguaio terá mais tempo para pensar no assunto. (Por José Eduardo Martins)

Corinthians volta a dar respaldo para Loss após críticas

A sequência irregular principalmente no Brasileirão ainda não faz dirigentes do Corinthians considerarem a troca de treinador como solução. O discurso interno segue de proteção ao treinador Osmar Loss, criticado após perder para Grêmio e Chapecoense pela competição.

Na avaliação do presidente Andrés Sanchez, Loss merece seguir até dezembro e ter seu trabalho avaliado com mais critério. Durante a parada da Copa, Osmar confidenciou a amigos que o respaldo forte no clube o havia deixado impressionado e confiante de que teria tempo para trabalhar. O contrato dele não sofreu alterações significativas desde que foi efetivado. (Por Dassler Marques)

Corinthians tenta recuperar R$ 9 mi gastos com policiamento

O Corinthians tenta recuperar na Justiça o valor gasto com policiamento em seus jogos como mandante durante o período entre  2012 e 2017. O montante chega a R$ 9 milhões. De acordo com o advogado Wagner Ripper, contratado pelo Corinthians, no caso de êxito na ação, a quantia será restituída por precatório, ou seja, anos depois do término do processo. 

Em novembro passado, deixou de repassar ao Estado a taxa de policiamento. Ripper na ocasião alegou a inconstitucionalidade da lei que obriga o pagamento da taxa e também a indivisibilidade na prestação do serviço. Com a decisão, o Corinthians passou a economizar, em média, R$ 63 mil em cada partida disputada em Itaquera. (Por Diego Salgado)

Gilberto Silva e Fábio Mello - Reprodução Instagram - Reprodução Instagram
Imagem: Reprodução Instagram

Envolvidos em venda de Fred, G. Silva e agente viram sócios

O ex-jogador Gilberto Silva e o agente Fábio Mello, também ex-atleta, abriram um escritório em Belo Horizonte no início de maio. A dupla que se encarregou de levar o meio-campista Fred do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ao Manchester United, da Inglaterra, atua na gestão da carreira de outros atletas. O ex-volante de Atlético-MG e seleção brasileira dá os primeiros passos como agente e, por isso, criou a Partner Sports Consultoria. A escolha da capital mineira como sede se dá pelo fato de ambos terem ligação com a cidade. A esposa de Fábio é de BH e, embora seja do interior de Minas Gerais, Gilberto Silva tem residência fixa no local.

Fábio Mello tem atletas nos três maiores clubes de Belo Horizonte. Ele é agente de Victor, Patric, Lucas Índio e Bruno Roberto no Atlético-MG. Ele conta com Rafael, Eurico, Paulinho e Marcelo no Cruzeiro. O lateral Norberto e o meia Lucas Luan são os seus clientes que defendem o América-MG. (Por Thiago Fernandes)