PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Presença de CR7 faz cinco emissoras se mexerem por direitos do Italiano

Cristiano Ronaldo na Juventus - Juventus/Divulgação
Cristiano Ronaldo na Juventus
Imagem: Juventus/Divulgação

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

19/07/2018 04h00

Recém valorizado após a chegada de Cristiano Ronaldo na Juventus, o Campeonato Italiano não tinha muitos interessados até duas semanas atrás. Conforme divulgado no Blog do Ohata, três emissoras já haviam mostrado interesse no dia 10, quando a transferência foi confirmada. Agora, este número aumentou para cinco. O UOL Esporte apurou que Esporte Interativo, Fox Sports, Grupo Globo, ESPN Brasil e uma quinta interessada (ainda com nome em sigilo) consultaram a IMG para tentar adquirir os direitos do campeonato.

No caso da ESPN, o interesse é antigo, mas a questão financeira pesa nas negociações e reduzem a chance de o canal levar. Já o Grupo Globo quer o evento para o SporTV. O canal ficou animado com os índices obtidos com as partidas de Neymar no PSG na temporada passada e acha que CR7 na Juventus pode repetir o feito.  Em nota oficial, a Globo evitou comentar as negociações, mas disse que o Italiano sempre foi um produto relevante.

Não se obteve detalhes sobre as intenções de EI e Fox, mas de fato existe o interesse. A IMG, agência que vende os direitos do Italiano, confirma as negociações com cinco emissoras, sem dizer seus nomes - ou seja, uma emissora ainda é incerta. A empresa ainda diz que espera fechar um acordo até a primeira quinzena de agosto. Os direitos ofertados pela IMG ao Brasil são válidos por três temporadas, começando com a atual, 2018/2019, e serão negociados diretamente com as TVs. (Por Gabriel Vaquer e Ricardo Perrone)

Férias e lesão de Arthur ajudaram Fred a seguir na Copa

A avaliação sobre um possível corte de Fred, quando ele se lesionou ainda em Londres por pancada de Casemiro, não avançou em função das alternativas. Os auxiliares de Tite pensaram em nomes como Arthur e Giuliano como substitutos, mas entenderam que uma nova convocação poderia ter efeito contrário.

Na visão da comissão técnica, o volante do Grêmio, já apresentado no Barcelona, veio de uma sequência de problemas físicos que faria com que ele chegasse à seleção sem o mesmo ritmo dos demais. Além disso, os atletas do futebol europeu, caso de Giuliano, estavam de férias e não chegariam em boas condições. A opção foi insistir na recuperação de Fred, que não ficou pronto o suficiente para atuar na Copa. (Por Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida)

Tobio sai, e só dupla argentina ainda une Nobre e Palmeiras

A venda do zagueiro Fernando Tobio ao Toluca, do México, deixou o Palmeiras com apenas dois jogadores ainda vinculados ao ex-presidente Paulo Nobre: os argentinos Allione e Mouche, que estão emprestados, respectivamente, ao Bahia e ao San Lorenzo. Os dois jogadores tiveram direitos econômicos cedidos a Nobre como parte do acordo para quitar a dívida com o antigo mandatário, que havia usado dinheiro do próprio bolso para contratá-los em 2014. O mesmo aconteceu com Tobio, comprado do Vélez com R$ 1,4 milhão saído do bolso de Nobre, que agora recupera o investimento.

Um outro jogador comprado com o dinheiro de Nobre e negociado recentemente é o atacante Róger Guedes, que foi para o Shandong Luneng, da China. Dos quase R$ 20 milhões obtidos pelo Palmeiras com a transação, cerca de R$ 3 milhões irão para o ex-presidente.

Com a gestão Maurício Galiotte tendo zerado os dois fundos que representavam uma dívida de mais de R$ 140 milhões com Nobre neste ano, o ex-mandatário agora só tem Allione e Mouche como "pendências". A tendência, porém, é que Nobre não consiga reaver o dinheiro investido em Mouche, já que o contrato do atacante com o Palmeiras termina no meio de 2019, junto com o empréstimo ao San Lorenzo. (Por Leandro Miranda)

Mano Menezes - Liamara Polli/AGIF - Liamara Polli/AGIF
Imagem: Liamara Polli/AGIF

Mano é aconselhado a evitar polêmicas após fala sobre torcida

A declaração de Mano sobre a suposta falta de participação da torcida no empate contra o Atlético-PR, por 1 a 1, em pleno Mineirão, não foi muito bem recebida nos bastidores da Toca da Raposa II. O fato não gerou qualquer tipo de desgaste entre comissão técnica e diretoria, mas o gaúcho que está à frente da equipe há dois anos escutou conselhos de um membro da alta cúpula.

A intenção foi pedir que o técnico evitasse aquele tipo de comentário de forma pública, sobretudo porque 44 mil pessoas compareceram ao Mineirão no jogo de segunda-feira (16) à noite, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador concordou com a recomendação e alegou tensão com o ocorrido no duelo para a entrevista. A situação foi resolvida no próprio Gigante da Pampulha. (Por Thiago Fernandes)

Segundo amistoso da seleção nos EUA será em Washington

Após a eliminação na Copa do Mundo, a seleção brasileira retoma seus compromissos na data Fifa de setembro. O primeiro jogo, no dia 7, contra os donos da casa, já estava definido para Nova Jersey. O segundo, no dia 11, será em Washington. O duelo da capital, no entanto, ainda não tem adversário definido. A CBF ainda estuda opções. Há a possibilidade de uma seleção latina como oponente neste confronto. O martelo deverá ser batido nos próximos dias. (Por Pedro Ivo Almeida)