PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Ronaldinho Gaúcho negocia possível candidatura como senador em MG

Ronaldinho Gaúcho posa em frente a um mural com seu rosto em Londres; craque pode tentar o Senado - AP Photo/Frank Augstein
Ronaldinho Gaúcho posa em frente a um mural com seu rosto em Londres; craque pode tentar o Senado
Imagem: AP Photo/Frank Augstein
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

24/11/2017 04h00

Ronaldinho Gaúcho como senador? O ex-jogador foi convidado pelo Partido Ecológico Nacional (futuro Patriota) para concorrer ao cargo em Minas Gerais. Em 8 de dezembro, ele estará em Belo Horizonte e se reunirá com Jair Bolsonaro - provável candidato à presidência pela legenda - para negociar a possibilidade. O ídolo do Atlético-MG é um nome que agrada à cúpula do partido.

Outro jogador que foi convidado para ocupar um cargo na próxima eleição é Leonardo Silva. Autor de um dos gols mais importantes da história do Galo, o zagueiro recusou a proposta. Ele não quer se envolver com política, embora seja um dos grandes ícones do clube alvinegro. (Por Thiago Fernandes)

Santos: Sócios querem pagar e votar

Associados do Santos têm reclamado de dificuldade em pagar mensalidades atrasadas para se habilitar a votar na eleição à presidente de 9 de dezembro -- somente aqueles adimplentes poderão escolher o novo mandatário do clube. Algumas pessoas dizem não estar recebendo os boletos, e muitos não têm disponibilidade de procurar o clube para fazer o pagamento in loco. 

Oposicionistas avaliam que, quantos menos eleitores, maior a chance de reeleição do atual presidente, Modesto Roma Jr. A situação, por sua vez, diz que também vê desvantagem em associados proibidos de votar e avalia que todos estarão aptos a participar do pleito até 9 de dezembro. (Por Marcel Rizzo)

Corinthians: Justiça penhora R$ 1,9 mi, mas só acha R$ 138 mil

Em ação movida pelo Penapolense pela compra de Marlone, a Justiça determinou o bloqueio de R$ 1,9 milhão das contas do Corinthians. Foram pesquisadas 11 contas bancárias de titularidade do alvinegro, mas apenas três delas continham algum valor. No total, foram bloqueados apenas R$ 138 mil. Marlone não atuou pelo Penapolense, mas o clube detinha seus direitos federativos. (Por Pedro Lopes)

São Paulo: Arboleda indica atacante equatoriano

Em alta no São Paulo, o equatoriano Arboleda indicou para o departamento de futebol do São Paulo a contratação de um atacante compatriota. Ciente de que o Tricolor precisa de um jogador de velocidade, o zagueiro sugeriu Romario Ibarra, com quem atuou no Universidad Católica de Quito. O jogador, que também defende a seleção equatoriana, mostrou otimismo com a possibilidade de atuar no São Paulo e até já falou que seu representante tinha conversas avançadas com os brasileiros. O clube do Morumbi, porém, não se mostrou tão empolgado em um primeiro momento e não confirmou que as negociações estão em andamento. (Por José Eduardo Martins)

São Paulo: Diretor envia respostas sobre mesada a ex-gerente

O diretor executivo de futebol do São Paulo, Vinícius Pinotti, enviou para o presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Pupo, respostas para as perguntas dos conselheiros sobre as mesadas de R$ 9.100,00 pagas ao ex-gerente de marketing, Alan Cimerman, como publicou o UOL Esporte. As questões deveriam ter sido respondidas na reunião extraordinária realizada no dia 31 de outubro, mas o dirigente preferiu não participar do encontro e prometeu apresentar a sua versão dos fatos por escrito. Os conselheiros terão conhecimento das respostas na próxima reunião do Conselho, que ainda não tem data definida. (Por José Eduardo Martins)

Palmeiras: Sócio ganha, na Justiça, o direito de voltar ao clube

Um famoso sócio no Palmeiras ganhou, na Justiça, o direito de voltar a frequentar a sede social do clube. Joca Mani havia sido afastado a pedido do Conselho em maio de 2012 após entrar em atrito com conselheiros como o ex-diretor de futebol Wlademir Pescarmona. Ele divulgava, em uma extensa lista de e-mails, diversos assuntos internos. Agora, na Justiça, ele foi autorizado a voltar a frequentas as alamedas do Palestra Itália. Ele mantém o hábito de dar informações do clube, mas agora nas suas redes sociais, onde é conhecido como Espartano. (Por Danilo Lavieri)