PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Mesmo após título, Romero segue calado e troca entrevista por passeio no CT

Romero, atacante do Corinthians, passeia no carrinho elétrico do CT alvinegro - Diego Salgado/UOL
Romero, atacante do Corinthians, passeia no carrinho elétrico do CT alvinegro Imagem: Diego Salgado/UOL
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

17/11/2017 04h00

No dia seguinte ao título brasileiro, a maior parte do elenco do Corinthians concedeu entrevistas no CT Joaquim Grava. Apesar do clima descontraído, o atacante Romero se manteve afastado dos jornalistas. O atacante paraguaio apareceu já no fim das declarações dos companheiros e de forma inusitada: ele guiava um carrinho elétrico pelos campos do CT Joaquim Grava ao lado do filho do zagueiro Pablo.

Indagado sobre o silêncio de Romero, Balbuena, compatriota e um dos mais próximos do atacante, despistou: "Nunca falo sobre a imprensa com ele, falamos de outras coisas. Nunca perguntei para ele quando ele vai voltar a falar. Ele está feliz. Nos falamos muito tempo depois do jogo, de tudo o que passamos, como foi o jogo. Ele é um cara muito esforçado, trabalha forte e bastante merecedor". (Por Diego Salgado)

Corintianos emendam festa do hepta em "maratona" 

O Corinthians descansou pouco depois de conquistar o título brasileiro em Itaquera na noite da última quarta-feira. Horas depois, no fim da manhã, o elenco alvinegro se apresentou no CT Joaquim Grava para um dia diferente. Boa parte do grupo de atletas concedeu entrevistas à beira do campo.
 

Uns admitiram que não foi possível dormir, enquanto outros descansaram poucas horas. Apenas os reservas trabalharam no campo. Alguns titulares nem usaram chuteira e deixaram o CT após as entrevistas, que duraram até as 16h30. (Por Diego Salgado)

Grêmio faz negócios na China: 6 mil alunos e de olho em CT

O Grêmio assinou, na semana passada, um novo acordo de cooperação na China. A partir de janeiro, o clube gaúcho dará suporte para um time local que atende 6 mil crianças com idade entre 7 e 10 anos na rede pública e privada de educação. O Black Panthers tem parceria com o Tricolor desde 2016. É o clube que negocia com o governo da província de Zhuhai a doação de um terreno para construção de um CT. O centro de treinamentos deve ser erguido com uma espécie de curadoria do Grêmio para as áreas médica, física e técnica. O clube gaúcho terá acesso ao local e cogita, no futuro, realizar uma turnê ou até pré-temporada na Ásia com alguma categoria. (Por Jeremias Wernek)

Portuguesa vai pagar R$ 120 mil a Gilberto, do SP, em 48 vezes

A Portuguesa e Gilberto entraram em acordo na Justiça. O atacante do São Paulo tinha uma ação trabalhista por conta de sua rescisão em 2013. Em crise financeira desde a queda para a Série B no fim daquele ano, o clube não havia conseguido honrar com todos os seus compromissos com o atleta. Segundo o acerto, o jogador vai receber R$ 120 mil, dividido em 48 parcelas (de R$ 2,5 mil cada). Com 28 anos, Gilberto tem contrato com o São Paulo até o fim deste ano e já avisou que não renovará o vínculo - ele recebeu sondagens do Botafogo e de equipes do exterior. (Por José Eduardo Martins)

Palmeiras: Comissão começa a investigar escândalo de cambismo 

A comissão que investigará Mustafá Contursi no suposto esquema de cambismo no Palmeiras já fez a sua primeira reunião e, em breve, ouvirá as primeiras testemunhas. O ex-presidente será a figura central do caso, uma vez que a Crefisa deixou claro que repassava os ingressos sem custos nenhum e que não sabia que eles eram vendidos na rua. Há um consenso entre os membros da comissão para que o caso não seja tão exposto na imprensa. No Conselho, poucos acreditam que o caso terá uma punição, mas a crise política que fica cada vez mais forte no clube pode mudar os rumos da decisão que será tomada. (Por Danilo Lavieri)

Após problemas no Benfica, Gabigol planeja retorno ao Brasil

Descartado até poucas semanas atrás, um retorno ao Brasil voltou a estar nos planos de Gabriel Barbosa. Pessoas próximas ao atacante consideram quase certo um retorno na próxima janela de transferências, que se abre em janeiro. A ressalva é que os altos salários diminuem muito o grupo de clubes candidatos. Já são quatro sondagens de times que disputam a primeira divisão – dois deles de São Paulo. No Benfica, Gabigol marcou apenas um gol, mas não teve muitas oportunidades. Foram apenas 140 minutos em campo, menos do que duas partidas inteiras. (Por Pedro Lopes)

Lucas Moura, por sua vez, não quer voltar ao Brasil

Sem muitas oportunidades no PSG depois da chegada de Neymar, Lucas Moura foi alvo nas últimas semanas de sondagens de dois clubes brasileiros, mas não pretende retornar ao país, ao contrário de Gabigol. Pessoas próximas do jogador afirmam que ele só deixa o clube francês para atuar por outra equipe de primeira linha e que disputa a Liga dos Campeões da Europa: a avaliação é de que o jogador, que marcou 19 gols na última temporada, ainda tem muito mercado nos grandes do Velho Continente. (Por Pedro Lopes)