Topo

Copa 2018


No cara ou coroa, juiz perguntou se capitães queriam "Rússia ou Coca-Cola"

Nestor Pitana cumprimenta Hugo Lloris e Luka Modric, capitães de França e Croácia - Christian Hartmann/Reuters
Nestor Pitana cumprimenta Hugo Lloris e Luka Modric, capitães de França e Croácia Imagem: Christian Hartmann/Reuters

em Moscou (Rússia)

15/07/2018 17h20

O argentino Néstor Pitana, árbitro da final da Copa do Mundo, foi flagrado fazendo uma pergunta aos capitães de França e Croácia antes do jogo, na hora da escolha do lado da moeda: "Rússia ou Coca-Cola?".

Copa 2018: Assista aos gols de França 4 x 2 Croácia

Por que perdemos? Os fatores que contribuíram para a queda da seleção
Perrengues na Rússia: de motorista dorminhoco a hotel de filme de terror
Copa mostra que árbitro de vídeo pode minar agressões e "malandragens"

Afinal, de um lado da moeda está o símbolo do torneio, e do outro há o logo da empresa de bebidas, patrocinadora oficial do torneio. A questão, dessa vez, foi dirigida ao goleiro francês Hugo Lloris e ao meia croata Luka Modric. O camisa 1 dos 'Bleus' escolheu a Coca-Cola.

Em seguida, Pitana misturou inglês e espanhol e emendou, se dirigindo aos dois jogadores: "Muchachos, living football, dale, living football". A frase não faz muito sentido, mas, em um esforço de tradução, pode significar: "Rapazes, vivam o futebol".

Curiosamente, Lloris já tinha ouvido a mesma pergunta do argentino antes do jogo contra o Uruguai, quando também respondeu "Coca-Cola". Na ocasião, o goleiro venceu o cara ou coroa.

Copa 2018