PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Médico revela lesão de Douglas Costa, mas descarta corte da Copa do Mundo

Douglas Costa cumprimenta funcionários da CBF na chegada à Granja Comary - Lucas Figueiredo/CBF
Douglas Costa cumprimenta funcionários da CBF na chegada à Granja Comary Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Teresópolis

23/05/2018 13h42

Classificação e Jogos

Douglas Costa é uma nova preocupação da comissão técnica da seleção brasileira. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (23), Rodrigo Lasmar, médico da CBF, revelou que o jogador da Juventus se apresentou na Granja Comary se queixando de dores na coxa.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

Ele disse que há necessidades de trabalhos especiais e que o atleta não deve ir a campo nos próximos dias, mas descartou um eventual corte do Mundial. É importante destacar que o jogador já teve uma série de cortes nos últimos anos durante a Era Dunga e também com Tite. O jogador ficou fora, por exemplo, da Copa América de 2016 e também das Olimpíadas, na mesma temporada.

“Tivemos uma surpresa que foi o Douglas Costa, que no último jogo do Italiano se queixou de dor no músculo posterior da coxa. Antes de se apresentar, sabíamos da situação. Ele chegou e foi feito exame de imagem que constatou uma lesão muscular pequena. Dentro disso, não esperem ter o Douglas nessa sequência que será feita. Ele está hoje a cargo de recuperação na fisioterapia e dia a dia, passo a passo, sendo acompanhado para que depois seja liberado. A participação no primeiro amistoso é questão a ser avaliada dependendo da resposta na semana que vem, mas temos tempo de recuperação”, afirmou.

Na reta final de preparação, a seleção realizará dois amistosos: contra a Croácia, em Liverpool, no dia 3, e contra a Áustria, em Viena, no dia 10. Ele e outros atletas serão monitorados durante todo este período até a estreia no Mundial, no dia 17 de junho, diante da Suíça, em Rostov, às 15h (de Brasília).

"Posso dizer que todos são muito bem monitorados e acompanhados para que não exista imprevisto ou quando exista queixa possamos controlar. Para o exame de imagem nessa preparação trouxemos um profissional, o doutor Ronaldo Lins, que faz todos exames aqui dentro. Em todos que julgamos ser necessário, foram feitas avaliações por imagem. Um dos parâmetros é que a evolução vem sendo boa, nossa expectativa é a avaliação diária e a liberação de cada etapa. O Neymar já vinha de transição para treinar com o grupo. Fagner e Douglas Costa vêm sendo avaliados, uma sistemática contínua. Serão, sim, observados, mas hoje não trabalhamos com hipótese de corte", completou.

Tratamento de Fagner

Outro atleta que tem atenção especial da comissão técnica é Fagner. O lateral do Corinthians se apresentou em recuperação de uma lesão muscular sofrida em jogo do Brasileirão e também não irá a campo nesta semana.

Vale lembrar que a lateral direita é uma preocupação para Tite desde antes da convocação, uma vez que Daniel Alves foi cortado por conta de uma lesão no joelho.

“O Fagner vem evoluindo de lesão no músculo posterior da coxa e tem apresentado uma resposta muito positiva. Já sabíamos que não estaria disponível para treinos com bola nessa semana. Na medida em que cumprir as medidas dentro da fisioterapia, ele será entregue para a preparação física. A partir da semana que vem, é possível que comece trabalhos no campo. E, a partir dessa resposta, veremos se poderá ou não participar do primeiro amistoso. Não podemos dizer ainda se poderá”, finalizou.

Copa 2018