PUBLICIDADE
Topo

Blog do Rodrigo Mattos


Por que a estreia do Flamengo na temporada terá apagão de TV

Torcedores do Flamengo comemoram, na arquibancada do Maracanã, título da Libertadores conquistado em Lima - Wagner Meier/Getty Images
Torcedores do Flamengo comemoram, na arquibancada do Maracanã, título da Libertadores conquistado em Lima Imagem: Wagner Meier/Getty Images
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

16/01/2020 19h14

Não mudou o quadro de falta de acordo entre Flamengo e Globo para o contrato dos direitos do Carioca. As negociações que se estendem por meses ainda têm diferença considerável entre as partes. A Globo oferece a mesma cota de outros times grades do Rio de Janeiro, e o clube rubro-negro pede mais, como já mostrado no blog. Com isso, a partida de estreia do campeonato entre o clube rubro-negro e o Macaé, no sábado, não terá transmissão de televisão, não podendo também ser veiculada na FlaTV.

Isso ocorre por conta da Lei Pelé. Em seu artigo 42, a legislação prevê que as entidades de prática desportiva (os clubes) são donas do direito de arena, isto é, da exibição das imagens das partidas. São as agremiações portanto que têm o direito de negociar e autorizar a captação e a transmissão de jogos. Da forma como o texto foi escrito, isso significa que os dois times envolvidos no jogo são igualmente donos dos direitos.

Ora, para transmitir uma partida, é necessário portanto ter um contrato/autorização dos dois clubes. O Macaé faz parte do contrato da Ferj com a Globo para o Carioca, assinado por todos os outros 15 clubes disputantes. Receberá dinheiro por ceder esses direitos, inclusive de transmissões abertas por streaming. Há previsão da Globo de transmitir jogos no "Globo Esporte".

Esse fato impede que o Flamengo transmita seus jogos no Carioca na internet na FlaTV, nem contra o Macaé, nem contra nenhuma das outras equipes. Também a Globo não pode passar tendo só os direitos de uma equipe. Se não houver acordo com a Globo, assim como ocorreu com o Palmeiras no início do Brasileiro-2019 em alguns jogos, as imagens não poderão ser exibidas ao vivo. É permitido, sim, que os veículos façam a filmagens das partidas e exibam posteriormente lances até 3% do seu conteúdo para fins jornalísticos.

É um fato raríssimo ter uma partida do time rubro-negra sem transmissão. Existe um canal de pay-per-view para o Brasileiro desde a década de 90, embora só tenha incluído todos os jogos posteriormente. Todas as competições as quais o Flamengo participa têm direitos vendidos coletivamente, como Libertadores, Copa do Brasil (só a CBF), Sul-Americana. E era assim com o Carioca também com transmissões de todos os jogos até 2019.

Flamengo e Globo continuarão em conversas durante a realização do Estadual. Com o Palmeiras, o acordo só saiu após a quinta rodada do Brasileiro-2019.

Blog do Rodrigo Mattos