Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Título do Brasileiro será decidido no olho mecânico

Que campeonato espetacular é este? Sem dúvida, o mais equilibrado e, consequentemente o mais emocionante dos últimos anos. Faltando apenas três rodadas, os seis primeiros têm chances matemáticas de sonhar com o título.

A turma do G-4, então, está totalmente embolada, separada apenas por três pontos. E o líder Palmeiras se encontra empatado em pontos com o segundo colocado o Flamengo. Tudo pode acontecer.

Até o Botafogo, que chegou a ter 13 pontos de vantagem e entrou em queda livre, teve a chance de terminar a rodada, novamente, na liderança isolada, não tivesse sofrido o gol de empate do Santos, nos derradeiros minutos.

Dos quatro da frente, o Glorioso dá a sensação de ser aquele que atravessa o pior momento. Mas fora do páreo não está. Num torneio tão imprevisível e cheio de altos e baixos de todas as equipes, nada deve ser descartado.

As duas equipes que fazem a melhor campanha do returno e parecem mais embaladas se enfrentam na próxima rodada: Flamengo e Atlético Mineiro. Uma delas pode praticamente se despedir da luta pelo campeonato, ou até ambas, se empatarem e o Palmeiras vencer.

Mas não sou eu que me meterei a dar palpites nesta autêntica montanha-russa que é o Brasileirão 2023. Alguém se arrisca?

PERSPECTIVAS ANIMADORAS

Independentemente de quem for o campeão brasileiro, o que tem conseguido Tite, neste pouco tempo em que assumiu o Flamengo, é animador para a maior torcida do país,

Não há comparação entre o seu time e os de seus péssimos antecessores: Vitor Pereira e Jorge Sampaoli. A equipe rubro-negra agora é organizada, sabe o que fazer em campo e evolui a olhos vistos.

Continua após a publicidade

A quase inacreditável recuperação de Everton Cebolinha é apenas a ponta do iceberg de um trabalho sério e corajoso, capaz, por exemplo, de deixar Gabriel no banco e até não utilizá-lo, como aconteceu diante do América MG. Joga quem está melhor, não quem tem mais nome.

A ideia de Bruno Henrique na direita também é corajosa, por mexer igualmente com um dos maiores ídolos de 2019/2020 e conseguir que ele ajude o Flamengo, como fez, na linda jogada do segundo gol de Pedro, Claro, ele ainda não é sombra do que já foi, pela esquerda, mas mostra-se motivado e capaz de ajudar.

A meta original de Tite, ao ser contratado, era garantir uma vaga na Libertadores e isso ele já conquistou, além de estar bem perto de assegurar um lugar no G-4. O título pode ser um bônus extraordinário,

Mas qualquer rubro-negro com um mínimo de discernimento sabe que a temporada de 2024 promete muito, principalmente, se lhe derem os reforços necessários para disputar, com muitas chances, todos os títulos que disputar no ano que vem,

.O Flamengo, pela primeira vez em 2023, tem um técnico de verdade. Que pode não ter dado sucesso na seleção brasileira em duas Copas, mas ainda é disparado o melhor brasileiro em atividade.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes