PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Palmeiras perde nove pontos e fica longe do titulo

Michael comemora seu segundo gol na partida do Flamengo contra o Palmeiras - Marcello Zambrana/AGIF
Michael comemora seu segundo gol na partida do Flamengo contra o Palmeiras Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

12/09/2021 18h05Atualizada em 12/09/2021 19h44

Se considerarmos Galo, Flamengo e Palmeiras como os reais candidatos ao título, a rodada foi péssima para o time dirigido por Abel Ferreira.

Perdeu por 3 x 1 para o Flamengo em casa. De virada. Jogo de seis pontos. Como havia sido na abertura do primeiro turno, com 1 x 0 no Rio.

E o Galo foi ao Ceará e derrotou o Fortaleza. Mais três pontos perdidos.

Agora, o Palmeiras está sete pontos atrás do Galo (35 a 42) e certamente será ultrapassado pelo Flamengo, que tem 34 pontos e dois jogos a menos.

O colega PVC trouxe um dado importante. O Palmeiras fez sete jogos contra os sete primeiros colocados. Empatou um contra o Corinthians e perdeu seis: duas para o Flamengo e uma contra Galo, Bragantino, Cuiabá e Fortaleza. Preocupante. Ninguém é campeão sem ganhar dos primeiros.

O Flamengo ganhou com facilidade. Saiu atrás com Wesley definindo bem após dancar na frente de Isla, perna dura.

E o Palmeiras viu a vantagem virar fumaça, já na saída, com gol de cabeça de Michael. Gol de cabeça de Michael, repetindo. E outro gol de cabeça, agora de Pedro, que subiu mais que os zagueiros.

E sem Arrascaeta, com lesão muscular, que deu lugar a Vitinho.

Depois, Abel colocou William no lugar de Piquerez e Renato se guardou mais com Thiago Maia e João Gomes. Colocou Rodinei adiantado e manteve a dupla Vitinho e Michael.

E Michael, recuperado por Renato, fez o terceiro.

Justo, muito justo. Justíssimo.

Sem Diego, Filipe Luiz, Bruno Henrique e Gabigol.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon