PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Corinthians humilhado duas vezes pelo Flamengo em um ano. Omissão de Andres

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

19/10/2020 16h19

No dia 3/11/2019, o Corinthians perdeu para o Flamengo por 4 x 1 no Maracanã. A derrota ocasionou a queda de Fábio Carille. O time jogou com Cássio (Caíque França), Fagner (Michel) Gil, Bruno Mendes e Carlos Augusto, Ralf, Júnior Urso, Ramiro (Janderson) e Matheus Vital, Gustagol e Pedrinho.

Quatro dias depois, em 7 de novembro, o Corinthians anunciou a contratação de Thiago Nunes. Havia ainda oito rodadas até o final do Brasileiro, mas Thiago Nunes preferiu assumir o trabalho apenas em janeiro.

Coelho assumiu por oito rodadas. Foram três vitórias, dois empates e três derrotas. Onze pontos conquistados em 24 possíveis. Aproveitamento de 45,8%.

No dia 11 de setembro de 2020, Tiago Nunes foi dispensado após uma derrota por 2 x 0 para o Palmeiras em Itaquera. Coelho assumiu o time. Ficou por sete jogos, uma vitória, três empates e três derrotas. Aproveitamento de 28, 9%.

Mancini assumiu. Venceu o Furacão fora de casa e perdeu por 5 x 1 do Flamengo.

O time jogou com Cássio, Fagner, Gil, Marlon e Piton, Xavier e Camacho, Otero, Vital, Everaldo e Boselli. Entraram Gabriel, Casares, Luan, Mantuan e Mosquito.

Vamos comparar as duas goleadas para o Flamengo no espaço de um ano?

O que Andres fez nesse período?

1) O Corinthians perdeu Pedrinho e Carlos Augusto, dois destaques. Sem reposição à altura.

2) Coelho foi considerado como boa opção após a queda de Carille e também após a queda de Tiago Nunes. Os resultados foram ruins.

Está claro que Andres errou por omissão. Permitiu que Tiago Nunes recebesse sem trabalhar. E empurrou com a barriga para contratar um treinador de verdade.

Demorou. E, sem muita opção, dará de presente ao seu sucessor um Mancini com validade até o final de 2021.

Andrés, o omisso, também é culpado pelos dois vexames

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado na primeira linha, o Flamengo venceu o Corinthians por 4 a 1 no Maracanã em 2019 e, não, em Itaquera. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon