PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Daniel Alves é craque, alienado e bobalhão

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

21/09/2020 18h07

Daniel Alves é ótimo jogador. O melhor do São Paulo e entra na minha seleção dos que atuam no Brasil. Paro por aí.

Ele não está preparado para ser protagonista. Nunca foi. Seu papel sempre foi de coadjuvante de luxo. Quando Neymar chegou no PSG e houve uma disputa com Cavani para saber quem bateria pênaltis, o que fez Daniel? Tirou a bola de Cavani e passou para Neymar. Atitude medíocre, digna de um mero coadjuvante.

Recentemente a companheira de Daniel escreveu em alguma rede social o seguinte: "você é campeão, embora seu ambiente não seja". E nem será, se depender da capacidade de liderança e comando de Daniel.

Ele, é bom notar, sempre foi campeão como coadjuvante, fazendo parte do entorno, nunca como o líder.

As confusas postagens de Daniel são prova disso. Ele escreve coisas sem muito sentido, dá indiretas a um e outro e nunca fala diretamente o que é necessário dizer.

Agora, quando o São Paulo se prepara para um jogo decisivo, ele se mostra em uma roda de samba, sem cuidados com o corona.

O batuque prejudica a recuperação? Não acredito. O batuque fará o São Paulo se dar mal em Quito? Evidentemente, não.

A questão é outra. Ou outras. A imagem que passa de quem não está aí. De quem pouco se importa com o clube ou com o Brasil.

Paris é uma festa, disse Hemingway.

Daniel também é. Com mão no batuque. Sem máscara. E depois, com um balde na cabeça. Pelo menos tem alguma coisa na cabeça.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon