PUBLICIDADE
Topo

Menon

Federação, baseada no protocolo, aceita tese Corinthians sobre testes

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

03/08/2020 15h04

A Federação Paulista de Futebol acredita que o Corinthians está correto em pedir para não fazer testes em seus jogadores antes da final do campeonato paulista. O pedido foi feito por Andrés Sanchez, presidente do clube.

A análise é que o Corinthians está fazendo uma análise correta do protocolo médico assinado por todos os clubes

O protocolo diz que:

1) Todos os jogadores deveriam ser testados antes da fase final do campeonato.

2) Os jogadores deveriam ficar confinados durante os jogos.

O Palmeiras deu folga para seus jogadores após o jogo contra a Ponte. Então, é preciso fazer novos testes.

O Corinthians foi para a concentração após a vitória sobre o Mirassol. Então, não precisa fazer novos testes.

Os jogadores usaram máscara? Estão em quartos isolados? Receberam visitas? Fugiram da concentração? Não se sabe. A responsabilidade pelo cumprimento da lei é do Corinthians.

Eu seguiria o conselho da querida Tia Glorinha "cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon