PUBLICIDADE
Topo

Jogo fraco e a inutilidade de Ganso

Fluminense e Botafogo, na semifinal da Taça Rio, disputada no estádio Nilton Santos - Mailson Santana/Fluminense FC
Fluminense e Botafogo, na semifinal da Taça Rio, disputada no estádio Nilton Santos Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

05/07/2020 17h57

Cadê o Ganso?

Não estava no time titular. E não estava no time que terminou o jogo. Estavam Araújo, Pacheco, Evanilson e Marcos Paulo.

E Ganso no banco. Vai jogar quando? Se depender de Odair Hellmans vai demorar.

O jogo foi fraco. O Fluminense precisava do empate, escalou Fofo e Hudson e não se arriscou.

Foi um jogo muito morno. O Botafogo, comandado por Honda, foi burocrático. Pressionou pouco.

No final, avançou um pouco e teve problemas com o contra-ataque do rejuvenescido Fluminense de Evanilson e Marcos Paulo.

Vai precisar de mais, muito mais, muito mais mesmo para enfrentar o Flamengo.

Menon