Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Inteiro, Arrascaeta é quem pode liderar a tentativa de arrancada do Fla

Em 2009 o título brasileiro sequer era cogitado pelos rubro-negros. Mas o Flamengo deu a arrancada, dependia de uma série de resultados, que aconteceram, assumiu a liderança na penúltima rodada e acabou campeão brasileiro.

Algo parecido ocorreu em 2020, quando o time atropelou na reta de chegada. Venceu jogos em série e também assumiu a ponta apenas na 37ª e penúltima rodada. Ergueu o troféu, mesmo com derrota em seu último compromisso.

Se em 2009 Adriano e Petkovic comandaram o time na Série A, em 2020 Gabigol foi decisivo. Fez ótimas partidas, acumulou gols e assistências. Sem ele o Flamengo não disputaria o título, certamente.

Dependendo de um empate do Botafogo e de uma derrota do Palmeiras, cabe ao time treinado por Tite vencer todos os seus jogos e torcer. E para isso Arrascaeta será muito importante, fundamental até.

Depois de 11 jogos e quase quatro meses, o uruguaio voltou a atuar por 90 minutos, fez o tento da vitória após o trecho da peleja no qual vinha saindo, por volta de uma hora de bola rolando.

Gabriel, Bruno Henrique e Everton Ribeiro hoje são reservas. Entre as mais antigas e vencedoras estrelas do Flamengo, Arrascaeta é a que segue jogando e podendo decidir. Tê-lo por mais tempo é necessário.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Continua após a publicidade

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes