PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

Fla negocia prorrogação do empréstimo de Thiago Maia. Pedro Rocha deve sair

Thiago Maia, volante do Flamengo: cirurgia - GettyImages
Thiago Maia, volante do Flamengo: cirurgia Imagem: GettyImages
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

03/12/2020 04h00

As eliminações da Copa do Brasil e da Libertadores da América causam impacto nas finanças do Flamengo, mas dois dos três jogadores que o clube contratou por empréstimo no começo de 2020 deverão permanecer no clube, o centroavante Pedro e o meio-campista Thiago Maia.

O volante sofreu grave lesão no joelho e tem cirurgia marcada para esta quinta-feira. Seu compromisso com o clube carioca vai até meados de 2021, mas os dirigentes rubro-negros consideram próximo o acordo com o Lille para prorrogar o empréstimo até dezembro do próximo ano.

Para manter Pedro, cedido pela Fiorentina, há maior pressão e menos tempo, já que seu empréstimo se encerra ao final deste mês. O Flamengo tem ajustada em contrato a forma de pagamento dos cerca de 12 milhões de euros necessários para quitar a aquisição definitiva do artilheiro.

Mas a queda nas receitas gerada pelas duas eliminações recentes dificulta a missão rubro-negra. Contudo, o clube pretende encontrar uma maneira de, no primeiro trimestre de 2021, pagar a primeira das seis parcelas previstas, que gira próximo de 3 milhões de euros, como detalhou Rodrigo Mattos.

Pedro Rocha, que estreou em 29 de fevereiro, contra a Cabofriense, passou muito tempo lesionado, atuou em apenas dez partidas e fez um gol. Cedido pelo Spartak Moscou, ele não deverá permanecer, já que o investimento prioritário será feito em Pedro.

O acerto com os franceses para ampliar a permanência de Thiago Maia ainda não saiu porque a primeira tarefa era ajustar a situação envolvendo a operação do atleta. O Lille, naturalmente, quis enviar um médico de sua confiança para confirmar o diagnóstico cirúrgico.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL