PUBLICIDADE
Topo

Marcel Rizzo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Propostas parecidas fazem Conmebol consultar Conselho sobre direitos de TV

Concorrência dos direitos da Libertadores deve ser definida semana que vem - Reprodução / Internet
Concorrência dos direitos da Libertadores deve ser definida semana que vem Imagem: Reprodução / Internet
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

06/05/2022 16h12

A direção da Conmebol enviou aos membros de seu Conselho os detalhes das propostas apresentadas para as concorrências dos direitos de transmissão das competições de clubes entre 2023 e 2026. O grupo é formado pelo presidente da confederação sul-americana, Alejandro Dominguez, e os presidentes das dez federações filiadas, além dos representantes da Conmebol na Fifa.

Segundo apurou a coluna, a similaridade nas propostas apresentadas, principalmente para TV aberta, fez a cúpula da confederação entender ser importante que o Conselho tivesse conhecimento de todos os detalhes, financeiros e técnicos. Com isso a decisão que deveria ocorrer até esta sexta-feira (6) foi adiada para os próximos dias.

Não é necessário o aval do Conselho para fechar com empresa x ou y, mas a diretoria da Conmebol quis ter feedbacks de mais pessoas sobre o que foi apresentado para cada mercado. O Brasil, que concentra cerca de 40% das receitas da Conmebol com esses direitos, tem os pacotes vendidos separadamente do que para o restante do continente. Representam o Brasil no Conselho o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e o vice Fernando Sarney, que é um dos três representantes da Conmebol na Fifa.

A principal disputa é o contrato da Libertadores para a TV aberta. Como revelou o blog, a briga é entre Globo e SBT apenas. As ofertas ficaram parecidas, não só financeiramente, mas também na parte considerada técnica. Ambas incluíram nas ofertas que os patrocinadores da Conmebol estarão inseridos nas transmissões e que a final em jogo único passará mesmo se não houver clube brasileiro classificado.

Nos bastidores da Conmebol ninguém arrisca apostar em um vencedor. A Globo tem a distribuição da audiência como vantagem, enquanto o SBT construiu uma ótima relação com a confederação e parceiros desde que assumiu o contrato que a Globo rescindiu em 2020 por causa da pandemia.

Na TV fechada, os dois pacotes são disputados pelo Grupo Disney (ESPN e Star+), pela Amazon (Prime Video) e pelo Grupo Paramount (Paramount+). Os dois primeiros são favoritos. O pacote premium dá direito à prioridade na escolha dos jogos a serem transmitidos.

O quarto pacote a venda é o de highlights, os melhores momentos que poderão ser mostrados com atraso de alguns minutos da transmissão ao vivo. O modelo foi desenhado para redes sociais e o Facebook é considerado o favorito a levar — até este ano a empresa detinha um dos pacotes de TV fechada, mas a partir de 2023 decidiu disputar somente os highlights.

Para a Copa Sul-Americana há propostas de TV aberta da Globo e do SBT, como mostrou o colunista Rodrigo Mattos no UOL Esporte. A Conmebol espera também vender todos os pacotes para o seu segundo torneio de clubes.