Casagrande

Casagrande

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Corinthians perde vergonhosamente na véspera da eleição

Esse é o Corinthians de 2023, completamente incapaz de ter uma sequência de bons resultados. Mas esse primeiro tempo contra o Bahia na Neo Química Arena chuvosa e fria ultrapassou todos os limites da incompetência futebolística.

A começar pela péssima escalação de Mano Menezes, fazendo 3 zagueiros com o Fábio Santos fazendo parte desse trio e com Matheus Bidu a sua frente. Foi a pior formação do ano, deixando o time totalmente desorganizado defensivamente e com um buraco no meio campo.

Tanto que em 29 minutos o time de Rogério Ceni já vencia por 3 a 0 (Rezende,Cauly e Thaciano). Mano tirou o Fábio Santos e colocou Wesley, mas não surtiu nenhum efeito e o Bahia poderia ter feito mais gols. Foi incrível porque todos os ataques do time de Salvador no primeiro tempo foram perigosos.

Foi um show de bola com o Corinthians correndo atrás e ficando na roda. Yuri Alberto, totalmente inexistente, apresentando todos os defeitos que vimos durante toda a temporada. Não domina uma bola, fazendo com que ela volte o tempo todo, não se posiciona bem, não cria perigo algum para a defesa adversária.

No segundo tempo, o Corinthians voltou melhor mas ainda apresentando muita dificuldade para se organizar, com muitos erros de passes, mas um pouco mais agressivo. O Corinthians tem um grande problema, que é quando o Renato Augusto aparece pouco para o jogo, mas mesmo assim continua sendo o mais técnico porém muito pouco participativo e dinâmico.

Mas quando tem chance de finalizar, coloca a bola onde quer, como foi na hora de seu gol. Mas o Corinthians precisava muito mais do que agressividade. Como por exemplo organização, coisa que o time não teve em nenhum momento do jogo. Quando falei de muitos erros de passe como o maior defeito desse time, foi num desses erros que Matias Rojas, que tinha acabo de entrar, deu a chance para um contra ataque fatal.

O Bahia saiu em velocidade, pegando uma defesa perdida e o jogador Ademir saiu na cara do gol, fazendo e quarto do Bahia. Mas não posso deixar de dizer que Rogério Ceni deu um baile tático em Mano Menezes nessa partida. O treinador corintiano estava totalmente perdido, escalando mal e mexendo pior ainda. Mas ainda iria piorar: de pênalti, Thaciano fez o quinto e deu números finais ao massacre.

O domínio do Bahia no primeiro tempo foi real enquanto que o do Corinthians no segundo tempo foi um domínio enganador. Enquanto isso, o Bahia estava atropelando. Tudo isso acontecendo na véspera da eleição do clube. Esse resultado escancara o tamanho da incompetência da gestão Duílio Monteiro Alves.

É inacreditável o que esses caras, que não tem transparência alguma, estão fazendo com o Sport Club Corinthians Paulista. Agora aquela vitória contra o Grêmio em Porto Alegre só está servindo para o Corinthians não estar ainda no fundo do poço. Porque se tivesse perdido, junto com essa derrota vexatória, dificilmente o Corinthians iria conseguir se salvar.

Continua após a publicidade

Só que agora voltou a estar na zona de risco com só 3 pontos do primeiro do Z4. Na próxima rodada, o Corinthians enfrentará o Vasco em São Januário. Em caso de derrota, o time treinado por Ramon Diaz passará à frente e aí as coisas começam a ficar trágicas.

O Tricolor baiano deu um espetáculo, colocando o Corinthians na roda e deixando todos os torcedores tensos com o que poderá acontecer no final do campeonato. Foi um grande vexame escandaloso e não existe desculpas para ser goleado por 5 x 1 em casa

VERGONHA!

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes