PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos estreia no Paulista com Sampaoli impaciente e time remendado

Técnico argentino está incomodado com a ausência de reforços e qualidade do elenco - Ivan Storti/SantosFC
Técnico argentino está incomodado com a ausência de reforços e qualidade do elenco Imagem: Ivan Storti/SantosFC

João Henrique Marques e Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

19/01/2019 04h00

O Santos versão 2019 tem apenas uma novidade aos torcedores para apresentar na estreia do Campeonato Paulista, diante da Ferroviária, na Vila Belmiro, às 17h: a presença do treinador Jorge Sampaoli. O time não tem reforço em campo e está remendado, o que deixa o argentino já incomodado no clube.

Sampaoli esperava já contar com reforços de peso. Quem chegou até o momento foram o zagueiro colombiano, Felipe Aguilar, e o meia-atacante venezuelano, Yeferson Soteldo. E ambos seguem sem a regularização necessária para estrear.

"Não estava sabendo da situação financeira do clube. Sabia que o Santos daria a chance de ser grande e brigar por situações, mesmo com ausências de Gabigol e Rodrygo. Uma equipe que terminou em décimo no lugar ano passado (Campeonato Brasileiro) precisa de reforços", destacou Sampaoli na véspera da estreia.

O treinador está diante de um quebra-cabeça para montar o Santos diante da indecisão de aproveitamento de vários jogadores do elenco. Bryan Ruiz, Dérlis Gonzalez, Eduardo Sasha, Vladimir e Daniel Guedes não foram inscritos e buscam outros clubes.

Outro desfalque importante é o atacante Rodrygo, em serviço da seleção brasileira no Sul-Americano sub-20. Fora isso, Vitor Ferraz, com febre, é dúvida.

O time remendado tem a presença garantida do atacante Bruno Henrique mesmo em meio a negociação com o Flamengo. O rubro-negro planeja pagamento de R$ 23 milhões para ter o reforço o mais rápido possível.

"O Bruno Henrique quer ficar, mas o dinheiro está acima de tudo, e as coisas podem mudar de um dia para o outro", faz a ressalva Sampaoli.

O grande expoente dos problemas da escalação na estreia do Santos está na lateral direita. Com a dúvida de Vitor Ferraz, e a ausência de Daniel Guedes, o treinador deve recorrer à base podendo escalar Cadu, do sub-17. Caso contrário, o argentino terá que improvisar no setor.

"Agora há a necessidade de reforços. Houve essa promessa e espero que isso aconteça. Mas o clube não me disse que não estava bem, não tem esse problema. Se isso acontecesse, a realidade seria outra", avisou Sampaoli.

Ficha Técnica - Santos x Ferroviária

Data e horário: 19/01/2019, às 17h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Vinicius Dias
Assistentes: Anderson Coelho e Bruno Salgado

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz (Cadu) Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Carlos Sánchez, Bruno Henrique e Felippe Cardoso.

Ferroviária: Tadeu; Alisson, Elton, Rayan e Arthur; Anderson Uchôa, Higor Meritão e Leo Artur; Maurinho, Lúcio Flávio e Felipe Ferreira.

Relembre apresentação de Sampaoli no Santos

Band Sports

Futebol