PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Suspenso contra o Corinthians, Gabigol reclama e diz que não ouviu apito

Do UOL, em São Paulo

25/02/2018 21h37

Autor de mais um gol pelo Santos após o retorno ao clube, Gabigol deixou o gramado da Vila Belmiro na bronca com o árbitro Flavio Rodrigues de Souza após a vitória santista por 2 a 0 sobre o Santo André. Tudo porque o atacante recebeu o terceiro cartão amarelo no Campeonato Paulista e está suspenso do clássico com o Corinthians.

Segundo Gabigol, ele não escutou uma marcação do juiz quando o placar aponta 1 a 0. Impedido, o atacante empurrou para o fundo das redes e acabou sendo advertido.

"Estou muito triste. O estádio está lotado atrás, colocou a bola para mim e fiz o gol. É difícil fazer o gol, eu posso ser punido, é difícil falar, mas vocês viram como me bateram e ele não dá cartão, o Neneca demora 20 horas para bater tiro de meta e ele me dá cartão e me tira do jogo. É difícil falar no Brasil, porque pode ser punido, mas vocês têm câmeras para ver que eu não fiz nada", disse Gabigol em entrevista ao Premiere.

O primeiro gol do Santos só saiu aos 30 minutos do segundo tempo, depois de uma pressão e defesas importantes do goleiro Neneca. Gabigol, com a barriga, fez 1 a 0 depois de pegar o rebote de um chute de Sasha, que deu números finais à partida aos 42.

Com a vitória, o Santos soma 17 pontos na liderança do Grupo D. O Botafogo, com um jogo a menos, tem 11. O Santo André, por sua vez, manteve-se com oito pontos, na lanterna da Chave B.

O Santos volta a campo pelo estadual no próximo domingo para enfrentar o Corinthians no Pacaembu, como mandante. Antes, o time alvinegro estreia na Libertadores diante do Real Garcilaso, no Peru, na quarta. Já o Santo André recebe o Botafogo no sábado que vem pelo Paulistão.

Futebol