PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renê Junior mostra perna sangrando após sofrer pênalti de Jailson

Renê Junior mostra perna cortada - Reprodução/Premiere - Reprodução/Premiere
Imagem: Reprodução/Premiere

Do UOL, em São Paulo

24/02/2018 19h07

Renê Junior foi um dos personagens centrais da vitória corintiana no clássico contra o Palmeiras, neste sábado (24), por 2 a 0. A partida estava equilibrada até o volante sofrer pênalti de Jailson aos 15 minutos do segundo tempo. O lance teve certa polêmica porque o árbitro Raphael Claus demorou para marcar a falta e expulsar o palmeirense, mas Renê mostra a perna cortada como argumento a seu favor.

“No lance do pênalti, quando eu toco na bola, o Jailson nem chega na bola. Não precisa encenar nada, tá aqui a prova”, diz o corintiano em entrevista ao canal Premiere FC. Ele levantou o calção e mostrou a coxa cortada.

O pênalti seria desperdiçado por Jadson, mas o Corinthians, com um jogador a mais, tomaria conta da partida e faria o segundo gol com Clayson após novo pênalti a seu favor.

“Vitória importante, sabíamos que era um jogo em casa e tínhamos que vencer”, resume Renê Junior, afirmando que a estratégia do técnico Fábio Carille funcionou. “Conseguimos rodar bem a bola e tivemos maior volume de jogo. O mais importante foi a força do grupo", encerra.

Após o clássico, o goleiro Jailson deixou a Arena Corinthians criticando demais a arbitragem. Ele chegou a dizer que "passaram a mão no Palmeiras de novo".

Futebol