PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeirenses criticam juiz após derrota por 2 a 0: "árbitros decidem jogos"

Diego Salgado e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

24/02/2018 19h12

Os palmeirenses Michel Bastos, Fernando Prass e Dudu foram todos unânimes nas críticas à arbitragem na saída de campo, em Itaquera, após a derrota no clássico contra o Corinthians neste sábado (24). Segundo eles, as decisões do juiz, que marcou dois pênaltis e expulsou o goleiro Jaílson, influenciaram no resultado final da partida, válida pelo Campeonato Paulista.

"Não sou muito de entrar em polêmica, mas, muitas vezes, os árbitros decidem jogos", afirmou Michel Bastos, em entrevista ainda no gramado.

O jogador criticou a decisão do árbitro Raphael  Claus de expulsar o arqueiro do Palmeiras e marcar pênalti na etapa final, após uma dividida com o corintiano Renê Júnior. Disse que, no primeiro tempo, o juiz iria advertir um jogador alvinegro e depois voltou atrás. 

A declaração de Bastos foi acompanhada por Fernando Prass, que entrou no lugar de Lucas Lima para ocupar o gol após a expulsão de Jaílson. O goleiro também criticou a decisão da arbitragem de expulsar seu companheiro de equipe, mas minimizou influência no resultado.

"É óbvio que o resultado aqui a gente não coloca na conta da arbitragem. Mas não foi um jogo bom. A gente tem que reconhecer."

Dudu, capitão do Palmeiras, criticou a demora do juiz em marcar o pênalti no lance em que expulsou Jaílson. A marcação ocorreu alguns segundos após o choque na grande área alviverde. "Aqui não tem como jogar. Ele marcou o pênalti depois de um minuto e meio", concluiu.

Futebol