PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians e Palmeiras reeditam duelo que decidiu 2017 para os alvinegros

Corinthians e Palmeiras se enfrentarão pela primeira vez na temporada 2018 - Marcello Zambrana/AGIF
Corinthians e Palmeiras se enfrentarão pela primeira vez na temporada 2018 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Danilo Lavieri e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

24/02/2018 04h00

Três clássicos e três vitórias corintianas em uma temporada marcada por títulos do clube. Quase quatro meses depois do duelo que praticamente decidiu o Campeonato Brasileiro a favor do time alvinegro, Corinthians e Palmeiras voltam a se enfrentar em Itaquera neste sábado, pelo Campeonato Paulista, às 17h.

Em 2017, os triunfos do Corinthians sobre o rival se tornaram importantes também para uma virada da equipe treinada por Fábio Carille, que começou o ano desacreditada, ganhou confiança ao longo dos meses e garantiu os troféus do Paulista e do Brasileiro. Sempre com um clássico como ponto de partida.

A arrancada corintiana se deu há exato um ano, em uma partida da fase de grupos do Estadual. A vitória corintiana por 1 a 0 em Itaquera, mesmo com a expulsão equivocada de Gabriel, fez o time alvinegro encorpar e se tornar quase imbatível no primeiro semestre. Além disso, definiu as titularidades de Guilherme Arana e Maycon, peças importantes no ano. Na véspera de mais um confronto, Carille relembrou do triunfo obtido com um gol de Jô nos minutos finais.

"Ano passado muito se falou do Palmeiras. Perdemos o Gabriel [no jogo], mudou a chavinha. A imprensa e torcedor olharam diferente. É um jogo que pode mudar mesmo", disse o treinador.

O Palmeiras, em contrapartida, sofreu um duro golpe. Depois de dominar os clássicos em 2016, a expectativa do clube alviverde era de manter o desempenho em 2017, ainda mais com a forte atuação no mercado da bola e a chegada de nomes como Miguel Borja. Logo no primeiro jogo do ano, no entanto, a expectativa foi frustrada.

Corinthians - Divulgação/Corinthians - Divulgação/Corinthians
Romero comemora gol contra o Palmeiras
Imagem: Divulgação/Corinthians

O protagonista daquela primeira derrota foi Alejandro Guerra, que havia chegado como reforço de peso, errou em tentativa de desarme e deixou os corintianos com a bola no pé. Jô resolveu e garantiu a primeira vitória da temporada.

Vitórias pelo Brasileirão

Meses depois da primeira vitória corintiana, os rivais voltaram a medir forças. Na partida válida pelo primeiro turno do Brasileiro, a expectativa alviverde era fazer valer o mando de casa e tentar, assim, encostar no Corinthians, já então líder isolado da competição.

Extremamente competente e na melhor fase da temporada, o Corinthians finalizou apenas três vezes e marcou dois gols. Com a vitória por 2 a 0 em plena arena palmeirense, abriu uma vantagem importante, que seria decisiva na reta final do Brasileirão.

A boa fase corintiana, porém, sofreu abalos no segundo turno. Até o novo confronto com o Palmeiras, válida pela 32ª rodada, o time de Carille perdeu seis jogos, empatou outros três e venceu somente três. Àquela altura, a vantagem alvinegra, que já tinha sido de 17 pontos, já tinha caído a cinco.

Mais uma vez em seu estádio, o Corinthians afastou o fantasma da perda da taça do Brasileirão após a série de maus resultados. Com um triunfo emocionante por 3 a 2 sobre o rival, os corintianos se recuperaram e, dali a dois jogos, com outras duas vitórias, confirmou o heptacampeonato.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x PALMEIRAS

Data: 24 de fevereiro de 2018, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (nona rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Danilo Simon Manis e Anderson de Moraes Coelho

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel e Renê Júnior; Jadson, Rodriguinho e Clayson; Romero. Técnico: Fábio Carille

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo, Tchê Tchê e Lucas Lima; Willian, Borja e Dudu. Técnico: Roger Machado

Futebol