PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Sei que a torcida vai nos ajudar", diz Valdivia após novo revés do SP

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/02/2018 00h03

O São Paulo foi derrotado pela segunda vez seguida no Campeonato Paulista. Depois de levar 1 a 0 do Santos no domingo, nesta quarta-feira o algoz foi o Ituano, no estádio Novelli Júnior. O revés foi marcado por um primeiro tempo de atuação ruim, por desorganização defensiva e ainda por um pênalti perdido por Christian Cueva no último minuto, que evitaria o 2 a 1 para o time de Itu. Apesar de tantos pontos negativos, o meia-atacante Valdivia acredita que a torcida entenderá o momento do time.

"Estamos trabalhando muito nos treinamentos, apesar de ter pouco tempo para isso. Temos que erguer a cabeça, a equipe tem muita qualidade e temos que confiar na gente. Tenho certeza que a torcida vai estar junto. No próximo jogo vamos voltar com tudo, mas não podemos deixar pontos assim", analisou o camisa 21, que entrou no intervalo para ocupar o lugar de Nenê.

O próximo jogo citado por Valdivia é no domingo, às 17h, contra a Ferroviária, no Morumbi. O São Paulo ainda é líder do Grupo B do Paulistão, com dez pontos - mesma marca da Ponte Preta, segunda colocada. O problema é que a pressão é cada vez maior sobre Dorival Júnior e sobre os jogadores, que carregam o peso de uma campanha de luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2017. 

Para o zagueiro Bruno Alves, a única forma de se livrar desse fardo é com mais dedicação no dia a dia: "A torcida tem razão, porque está acostumada com títulos e a mentalidade para esse ano é essa. A gente lutou até o fim, batalhou, mas infelizmente não saiu com os três pontos. Precisamos trabalhar. Nessas horas, nada melhor do que trabalhar mais e buscar as vitórias".

Futebol