PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo deixa estádio sob protestos da torcida; Dorival é principal alvo

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

18/02/2018 20h30

Depois de perder para o Santos neste domingo (18), pelo Campeonato Paulista, a delegação do São Paulo deixou o Morumbi de ônibus e sob vaias de um grupo de torcedores.

Um pequeno grupo de cerca de 150 torcedores esperou a saída do veículo tricolor para protestar. O maior alvo do manifesto da noite deste domingo foi o técnico Dorival Júnior.

"O Dorival, quebra meu galho, sai do São Paulo e vai para a casa do c..." e "não é mole não, estou cansado de time amarelão" foram os coros mais repetidos diante do portão principal do estádio do Morumbi.

Antes de o ônibus tricolor deixar o estádio, outros carros de que os torcedores suspeitavam ser de jogadores ou dirigentes foram alvos de xingamentos.

O São Paulo perdeu o segundo clássico no ano - já tinha sido derrotado pelo Corinthians - e deixou o gramado do Morumbi vaiado por seu torcedor. Mais de 36 mil são-paulinos compareceram ao jogo deste domingo contra o Santos.

Na coletiva de imprensa pós-jogo, Dorival Júnior disse estar tranquilo com o desempenho de sua equipe, afirmou que seu time merecia a vitória e completou dizendo que "treinador não faz gol".

Antes do revés deste domingo, o São Paulo tinha uma sequência de quatro jogos sem derrotas.

Futebol