PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-PR joga para manter tranquilidade no clube com projeto Aspirantes

Nunes comanda o time B atleticano: sucesso deixou elenco principal com menos pressão - Arquivo pessoal
Nunes comanda o time B atleticano: sucesso deixou elenco principal com menos pressão Imagem: Arquivo pessoal

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

17/02/2018 11h00

Líder e invicto, o Atlético Paranaense recebe o Rio Branco no jogo único da semifinal da Taça Dionísio Filho em um ambiente há muito não visto no clube em campeonatos estaduais. Desde 2013 o clube tem colocado um time alternativo em campo durante o Estadual e, à exceção de 2016 quando usou o elenco principal na maioria dos jogos – e acabou campeão – o clima e os resultados nunca foram tão positivos. Neste domingo, 17h, o time de “Aspirantes” (denominação do time B) busca chegar à final do turno e manter o astral.

“Acho que o (técnico Fernando) Diniz foi muito feliz em tomar essa decisão de segurar os jogos e começar com a equipe alternativa no Paranaense. Todo mundo sabe que o esquema do Diniz é um pouco diferente e ele teria que passar pra gente. São todos profissionais, eles vêm fazendo um grande campeonato, dando tranquilidade ao clube inteiro. É bom para o Atlético, para o futebol brasileiro, por que tem colocado garotos cada vez mais novos para jogar e pegar experiência”, disse o zagueiro Wanderson, que marcou o gol do 1 a 0 sobre os reservas do Corinthians em jogo-treino em São Paulo – foi apenas a terceira atividade do grupo principal contra outro clube no ano. O time voltará a campo contra o Tubarão-SC, dia 21, pela Copa do Brasil.

Já o elenco B, nominado de aspirante por incluir jogadores experientes como Pierre, Emerson e o goleiro Santos ao lado de revelações do clube, irá para o sétimo jogo na temporada ainda invicto: são 4 vitórias e 2 empates. Entretanto, os empates foram justamente em dois jogos na Arena da Baixada, contra Cianorte e Foz do Iguaçu. “Sou sempre favorável a decidir em casa, pelo fato de jogarmos próximos ao nosso torcedor, no estádio onde estamos mais habituados. Encaro como um benefício e espero que possamos tirar proveito disso”, declarou o técnico deste time alternativo, Tiago Nunes, em depoimento ao site oficial.

Do outro lado estará o Rio Branco, time que acabou no segundo lugar do Grupo B, mas com a sétima melhor campanha da fase. Com uma vitória e 4 empates, o time superou o Londrina na última rodada e irá para a final do turno sob o comando de Maurílio, ex-jogador de Palmeiras e Paraná. O atacante tem conseguido passar aos comandados sua principal qualidade como jogador: o Leão da Estradinha é o dono do melhor ataque do campeonato, com 9 gols. A defesa, porém, levou 8.

Quem vencer, avança à decisão da Taça Dionísio Filho contra o vencedor de Foz do Iguaçu x Coritiba. Em caso de empate, a decisão será nos pênaltis. O campeão desta taça estará automaticamente na final do Paranaense 2018. Se um mesmo clube vencer também a Taça Caio Júnior – o segundo turno -, será proclamado campeão paranaense de 2018.

ATLÉTICO-PR X RIO BRANCO

Data: 18 de fevereiro de 2018, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Motivo: Semifinal da Taça Dionísio Filho - Campeonato Paranaense
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Leonardo Sígari Zanon
Auxiliares: Bruno Boschilia e Rafael Trombeta


Atlético-PR: Santos; Gustavo Cascardo, Zé Ivaldo, Emerson e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães, Yago, Giovanny e João Pedro; Ederson. Técnico: Tiago Nunes.
Rio Branco: Jhones; Raul, Victor, Thiagão e Thiaguinho; Kessi, Marco Tulio, Camargo e Tcharles; Rodrigo Jesus e Vandinho. Técnico: Maurílio.

Futebol