PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lauro comemora volta à Libertadores e vê Atlético-MG como top 3 no Brasil

Campeão da Libertadores com o Inter, em 2010, Lauro tem nova chance de vencer o torneio, agora no Atlético-MG - Jeremias Wernek/UOL Esporte
Campeão da Libertadores com o Inter, em 2010, Lauro tem nova chance de vencer o torneio, agora no Atlético-MG Imagem: Jeremias Wernek/UOL Esporte

Do UOL, em Belo Horizonte

29/03/2016 21h26

Uma proposta inesperada. Assim o goleiro Lauro descreveu a negociação com o Atlético-MG. O jogador se desligou nesta terça-feira do Lajeadense e chega nesta quarta a Belo Horizonte, para fazer exames médicos e assinar contrato. Embora o clube mineiro não confirme oficialmente a contratação, Lauro já falou como jogador do Atlético.

A procura por Lauro foi na semana passada, logo depois que Giovanni se machucou contra o Tupi e precisou ser operado. Com isso, o Atlético ficou com apenas um goleiro em condição de jogo na Libertadores, já que o titular Victor também está no departamento médico. Lauro vai ser inscrito no torneio continental na vaga de Giovanni.

“Tracei como meta fazer um bom Gauchão, aproveitar as oportunidades que estavam sendo me dadas, para que aparecesse uma equipe para que eu pudesse dar sequência até o final do ano. Essa equipe apareceu, de forma surpreendente, pelo que aconteceu com os goleiros do Atlético. Fico feliz, bastante feliz por retornar para uma equipe de projeção nacional, que se encontra entre os top 3 do Brasil, sem dúvida alguma. É procurar aproveitar mais essa oportunidade que está sendo me dada”, disse em entrevista à Rádio Independente.

Inicialmente o acordo entre Lauro e o Atlético é apenas de quatro meses, até o final da Copa Libertadores. Existe a possibilidade da renovação, mas é algo que vai ser discutido mais na frente. O fato de poder voltar a disputar uma Copa Libertadores pesou na decisão do jogador de 35 anos. Campeão em 2010 com o Internacional, Lauro tinha a chance de acertar contratos mais longos com outras equipes, mas achou melhor arriscar um acordo curto com o Atlético.

“Eu tinha outras propostas, é importante dizer isso. Algumas pessoas podem dizer que estão abandonando o clube e não quero deixar essa impressão, porque antes de assinar contrato eu tive propostas mais vantajosas, mas eu já tinha me comprometido (com o Lajeadense). Mas quando chega uma oportunidade como essa, com um clube que está disputando a Libertadores da América, não tem como, é inegável a vontade. Houve a sensibilidade da diretoria em fazer uma negociação e aconteceu o melhor para mim, para o Atlético e também para o Lajeadense, que está bem servido de goleiro também”, comentou Lauro, que agora fica na torcida para que o clube gaúcho escape do rebaixamento, restando duas rodadas para o término da primeira fase.

Futebol