PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro reage no segundo tempo e vira partida contra o Villa no Mineirão

Rafael Silva marcou o segundo gol do Cruzeiro no jogo - Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro
Rafael Silva marcou o segundo gol do Cruzeiro no jogo Imagem: Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

20/03/2016 17h58

Depois de vencer e convencer no meio de semana, o Cruzeiro recebeu o Villa Nova pela 8ª rodada do estadual. Enquanto o clube celeste buscava defender a liderança do campeonato e quem sabe até ampliar sua vantagem na ponta, o time de Nova Lima almejava quebrar um tabu sem vitórias no Mineirão que já durava mais de 17 anos e continuar firme na luta por um lugar no G-4. Em campo, as equipes fizeram um primeiro tempo fraco e sem emoção, mas balançaram as redes por cinco vezes na etapa final, que terminou com uma vitória de virada, já no apagar das luzes, do Cruzeiro por 3 a 2.

Os gols da partida foram marcados por Manoel, Rafael Silva e Bruno Rodrigo, pelo lado do Cruzeiro, Fábio Júnior e Mancini, pelo Villa. Com o resultado, o Cruzeiro garante a liderança e a classificação, agora com 20 pontos, enquanto o Villa Nova permanece com 13.

CRUZEIRO x VILLA NOVA

Motivo: 8ª rodada, Campeonato Mineiro 2016
Data/Hora: 20/03/2016, às 16h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Leandro Salvador da Silva

GOLS: Fábio Júnior, 1'2ºT (0-1); Manoel, 23'2ºT (1-1); Mancini, 27'2ºT (1-2); Rafael Silva, 29'2ºT (2-2); Bruno Rodrigo, 45'2ºT (3-2)
Cartões amarelos: Rafael Silva, De Arrascaeta, Élber, Marciel (CRU); Tiago Baiano, Thiago Silvy, Soares, Mancini (VIL)
Cartão vermelho: Mancini (VIL).
Público/Renda: 11.477 presentes/R$304.594,00.

CRUZEIRO: Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Lucas Romero (Élber - 7'2ºT), Henrique e Marciel; De Arrascaeta (Pisano - 16'2ºT), Alisson e Rafael Silva (Douglas Coutinho - 37'2ºT). Técnico: Deivid.

VILLA NOVA: Thiago Leal, Tiago Baiano (Antônio Carlos - 26'2ºT), Gabriel, Rafael Morisco e Marcelo Tchê; Luís Felipe, Marielson e Mancini; Thiago Silvy, Soares e Fábio Júnior (Roger Guerreiro - 35'2ºT). Técnico: Wilson Gottardo.

Futebol