PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio vê grupo 'bom e forte', mas torce contra altitude e viagem longa

Terceiro adversário do Grêmio pode vir da Bolívia, Colômbia, Paraguai, Peru ou Venezuela - Lucas Uebel/Grêmio
Terceiro adversário do Grêmio pode vir da Bolívia, Colômbia, Paraguai, Peru ou Venezuela Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

18/12/2018 04h00

O Grêmio encarou como bom o sorteio que definiu seu caminho na Libertadores de 2019. O clube gaúcho já sabe que enfrentará times com logística simples e condições normais, mas ainda pode receber adversário que levará a delegação a destino oposto: longínquo e com altitude. Por isso, a diretoria torce contra os bolivianos e venezuelanos que podem chegar ao grupo H.

Ao lado dos gremistas já estão Universidad Católica-CHI e Rosario Central. O quarto integrante sai da vaga resumida como G3, com a soma de duelos válidos fases preliminares da Libertadores.

"Ficou um grupo bom e forte", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, ao UOL Esporte.

O G3 representa vaga que será disputada entre quatro clubes. Atualmente, apenas duas equipes já estão confirmadas neste chaveamento: Libertad-PAR e Atlético Nacional-COL. "Bolívia 3" enfrenta os paraguaios e o confronto com os colombianos será jogado por La Guaira-VEN ou Real Garcilaso-PER.

A vaga "Bolívia 3" é disputada por Royal Pari, San José, Bolívar e The Strongest. Apenas o Pari, sediado em Santa Cruz de La Sierra, não atua na altitude. De resto, o grupo H pode passar pelas cidades de Oruro e La Paz, ambas a 3.700m acima do nível do mar.

"O que se deve evitar, dentro do possível, é altitudes e deslocamentos muito longos com logística complicada. Mas não podemos nos dar ao luxo de escolher adversário. Não dá para esconder que uma logística mais acessível e condições que não impactam seriam melhores. Vamos lá e vamos ver o que acontece", comentou Bolzan à Rádio Gaúcha. "Não foi um grupo muito bom, mas ainda assim é um grupo bom. Não tem clubes tão bicho papão? Vamos ver se conseguimos escapar da altitude", completou Deco Nascimento, diretor de futebol.

O La Guaira não reserva os efeitos da altitude, mas demandará logística bem específica. O clube fundado em 2005 atua na cidade homônima, no município de Vargas, a 30 quilômetros de Caracas. A capital da Venezuela fica a mais de 4.800 quilômetros de Porto Alegre.

A estreia do Grêmio na Libertadores será no início de março. O clube gaúcho pretende usar uma partida em casa pelo torneio para realizar a inauguração da estátua de Renato Gaúcho.

Futebol