PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato diz que Grêmio foi 'malandro e inteligente' para vencer River

Treinador falou sobre estratégia diferente para encarar o jogo em Buenos Aires - AP Photo/Gustavo Garello
Treinador falou sobre estratégia diferente para encarar o jogo em Buenos Aires Imagem: AP Photo/Gustavo Garello

Jeremias Wernek

Do UOL, em Buenos Aires (Argentina)

24/10/2018 00h44

Malandragem e experiência. Para Renato Gaúcho, o Grêmio superou os desfalques de Everton e Luan com essas duas características. Depois de vencer o River Plate em pleno Monumental de Nuñez, o treinador revelou que deu parabéns ao time ainda no intervalo e chamou a vantagem de 1 a 0 obtida na semifinal da Libertadores de importante.

Assista ao gol e melhores momentos de River Plate 0 x 1 Grêmio

Michel, aos 16 minutos do segundo tempo, marcou o gol da vitória em Buenos Aires.

"Foi, acima de tudo, uma grande partida do Grêmio. No sentido de saber jogar uma Libertadores. Serem malandros o tempo todo, serem inteligentes. E competitivos. Viemos para competir contra o River porque às vezes só jogar e ter a bola não é suficiente", disse Renato.

Sem Everton e Luan, o Grêmio escalou um time mais experiente e fechado. A estratégia deu certo e o River Plate sempre ficou longe do gol de Marcelo Grohe. Na etapa final, a bola aérea decidiu e fez os donos da casa entrarem em parafuso até o apito final.

"Sabíamos que iriamos encontrar dificuldades, mas a equipe se postou muito bem. Tanto é que no intervalo já eu dei parabéns a equipe e fomos coroados por aquilo que jogamos. O gol do Michel nos dá uma pequena vantagem e ela é sempre importante. Jogamos contra o River e mais 60, 65 mil pessoas. Lá vamos valorizar o jogo que fizemos aqui. Já falei para eles e aviso que o Grêmio não está na outra fase. Temos um jogo ainda, mais 90 minutos difíceis. Não devemos menosprezar o resultado que conquistamos", comentou Renato Portaluppi.

A escalação com Michel, antecipada pelo UOL Esporte, já estava articulada desde sábado. No jogo contra o América-MG, pelo Brasileirão, o volante foi testado e aprovado na parte física.

"Esse time já estava na minha cabeça desde o jogo com o América. Tanto que sábado eu perguntei para ele no segundo tempo. Falei a ele que já estava pensando nele para esse jogo aqui e se estivesse sentindo pernas pesadas, ia tirar. No domingo, fechei os portões e treinamos a equipe já com o Michel mesmo com o jogo de sábado", comentou o treinador do time gaúcho.

River e Grêmio voltam a se enfrentam na terça-feira (30), em Porto Alegre. O time gaúcho pode até empatar que estará na final da Libertadores pelo segundo ano consecutivo. Kannemann, suspenso, é desfalque certo para o jogo na Arena.

Futebol