PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Árbitro usa o VAR e expulsa Dedé após dividida com goleiro do Boca

Demian Alday/Getty Images
Imagem: Demian Alday/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/09/2018 23h26

O zagueiro Dedé, do Cruzeiro, foi expulso aos 29 minutos do segundo tempo do duelo desta quarta-feira (19), válido pela ida das quartas de final da Libertadores, após choque de cabeça com o goleiro Andrade, do Boca Juniors. O defensor recebeu o cartão vermelho após o árbitro paraguaio Eber Aquino consultar o árbitro de vídeo (VAR), comandado pelo também paraguaio Mário Diaz de Vivar.

Assista aos gols da partida entre Cruzeiro e Boca Juniors.

Aos 24 minutos do segundo tempo na partida em La Bombonera, a bola foi alçada na área, Andrada saiu para tirar de soco, e Dedé tentou fazer o gol de cabeça, mas acertou o goleiro involuntariamente. O camisa 1 caiu desacordado no gramado, mas acordou logo depois e sofreu um corte na boca. No mesmo momento, o jogador do Cruzeiro ficou preocupado com o adversário e pediu atendimento para ele.

Quatro minutos após o lance, Aquino resolveu consultar o VAR para analisar possível maldade do defensor do Cruzeiro. O paraguaio concluiu que Dedé foi imprudente e o expulsou.

O Cruzeiro já perdia por 1 a 0 e, menos de dez minutos depois do cartão vermelho, sofreu o segundo gol.

Os mineiros voltam a enfrentar o Boca Juniors na quinta-feira (dia 4 de outubro), quando a vaga na semifinal será decidida no Mineirão.

Futebol