PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após ser expulso pelo vídeo, jogador do Tucumán reclama: "VAR é uma m..."

Árbitro checa lance na TV antes de mostrar cartão vermelho a argentino - Agustin Marcarian/Getty Images
Árbitro checa lance na TV antes de mostrar cartão vermelho a argentino Imagem: Agustin Marcarian/Getty Images

Do UOL, em Porto Alegre

18/09/2018 22h45

O Atlético Tucumán teve um jogador expulso ainda no primeiro tempo do jogo contra o Grêmio, nesta terça-feira (18), pelas quartas de final da Libertadores. O cartão vermelho aplicado a Gervasio Nuñez foi resultado de uma ocorrência do árbitro de vídeo, que flagrou pisão do camisa 10 em Alisson e comunicou a equipe de campo.

A passagem ocorreu aos 44 minutos do primeiro tempo e Wilmar Roldán primeiro aplicou amarelo. Depois, foi comunicado da revisão e conferiu o lance na TV.

Nuñez fez a falta em Alisson para evitar contra-ataque do Grêmio e após o camisa 23 cair no gramado, o jogador do Tucumán pisou com o pé direito nas costas do atleta brasileiro. Mesmo com a imagem clara, o time da casa contestou fortemente a revisão que culminou com expulsão.

"O VAR é uma m...", reclamou Nuñez ao quarto árbitro, o colombiano Gustavo  Murrilo, que o esperava à beira do campo. "Onde queria que eu pisasse?", seguiu, gesticulando ao assistente. 

Gervasio Nuñez entrou no jogo logo aos 5 minutos depois de lance insólito: Ricardo Noir sentiu lesão muscular na coxa ao dar pique para evitar lateral a favor do Grêmio no campo de defesa do Tucumán.

Wilmar Roldán foi auxiliado pela equipe do VAR que é liderada por Julio Bascuñan, do Chile. O lance da expulsão foi o primeiro da partida no interior da Argentina.

Futebol