PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Andrés critica Conmebol e diz que desistiu de tentar unir clubes do Brasil

Andrés  lembrou que fez um alerta no passado sobre a fragilidade dos clubes brasileiros - Daniel Vorley/AGIF
Andrés lembrou que fez um alerta no passado sobre a fragilidade dos clubes brasileiros Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Dassler Marques e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

30/08/2018 01h29

Andrés Sanchez fez críticas à Conmebol depois da eliminação do Corinthians diante do Colo-Colo na noite desta quarta-feira, em Itaquera. O presidente do Corinthians evitou comentar a punição imposta ao Santos e lembrou que fez um alerta no passado sobre a fragilidade dos clubes brasileiros no continente.

"Eu não vou falar, porque eu falei há sete ou oito anos o que devíamos fazer com a Conmebol e fui criticado. Melhor não falar nada, cada um que corra atrás do seu prejuízo", disse Andrés.

"Eu estou tentando unir faz 10 anos. A gente não consegue unir pelo Brasileiro, Paulista, imagina na Conmebol. Tem que tocar para frente. O Santos errou, como é que coloca o cara para jogar? O cara do doping aqui hoje foi absurdo. Os jogadores estão revoltados, foi um grande jogo, mas infelizmente perdemos. O cara fala espanhol, vem aqui e os caras querem agarrar pelo pescoço, pelo braço. Jogar na Conmebol não é fácil", afirmou o dirigente.

O dirigente citou a postura da CBF no "caso Sánchez" e ressaltou que nenhum dirigente da entidade tentou defender o Santos, que foi eliminado por ter escalado o meia Carlos Sánchez no primeiro jogo e viu a Conmebol decidir pela derrota por 3 a 0, apesar de o jogo ter sido 0 a 0.

"Que representatividade tem a CBF na Conmebol? Nós sabemos que não tem nenhuma, ou alguém foi lá defender o Santos, independentemente de estar errado ou não? Eu fui o único que votou contra, aí depois me criticam. Acabou Clube dos 13 e me criticam porque acabei com o Clube dos 13", completou Andrés.

O Corinthians venceu a partida de volta das quartas de final por 2 a 1, com gols de Jadson e Roger - Barrios fez para o Colo-Colo. O triunfo não evitou a eliminação corintiana porque o time paulista perdeu por 1 a 0 em Santiago.

"O time foi bem, mas perdemos no Chile. Um jogo péssimo no Chile. Quando eu falo de priorizar Copa do Brasil, é porque a Copa do Brasil está mais próxima. É Copa do Brasil e pontuar no Brasileiro", frisou Andrés.

Futebol