PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Valdivia vive fase mais ativa em 10 anos e volta a decidir vaga em Itaquera

Valdivia em ação no jogo de ida: meia teve atuação de destaque na vitória do time chileno - REUTERS/Ivan Alvarado
Valdivia em ação no jogo de ida: meia teve atuação de destaque na vitória do time chileno Imagem: REUTERS/Ivan Alvarado

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

29/08/2018 04h00

O duelo particular entre o meia chileno Valdivia e o Corinthians voltará a ocorrer em Itaquera na noite desta quarta-feira. O jogador do Colo-Colo, que vive a fase mais ativa em dez anos de carreira, tenta levar a melhor sobre o time alvinegro outra vez – em 2015, ele ajudou o Palmeiras a eliminar o rival em plena Arena, na semifinal do Paulistão.

Dessa vez, a disputa vale uma vaga nas quartas de final da Libertadores. Mais participativo depois de voltar à equipe que o revelou, Valdivia, 34 anos, é um dos trunfos do Colo-Colo na partida decisiva. O camisa 10, por exemplo, foi o melhor jogador em campo na partida de ida. Foi ele quem deu início à jogada que resultou no único gol do jogo disputado em Santiago.

No ano passado, Valdivia também foi fundamental para a conquista do título nacional do Colo-Colo. O meio-campista chegou a ser eleito o melhor jogador do Campeonato Chileno em uma votação realizada pelo jornal La Tercera, que contou com a opinião de jornalistas.

A fase atual de Valdivia, marcada não só pelo protagonismo, mas também pela presença constante em campo, contrasta com a segunda passagem do jogador pelo Palmeiras, quando o meia, atrapalhado por lesões, participou de apenas 44% das partidas da equipe - dos 329 jogos oficiais da equipe entre agosto de 2010 e maio de 2015, o atleta esteve em 147.

No Colo-Colo, a participação de Valdivia subiu bastante. O meio-campista entrou em campo 34 vezes desde o fim de agosto do ano passado. O Colo-Colo, por sua vez, disputou 52 partidas. Ou seja, o camisa 10 esteve em 65% dos duelos do time chileno.

A temporada com maior participação em toda a carreira foi em 2003, quando o atleta defendia a Universidad de Concepción. Nas duas primeiras temporadas com a camisa do Palmeiras, Valdivia disputou 38 jogos em 2007 e outros 40 em 2008.

O último jogo do chileno pelo Palmeiras, inclusive, foi justamente contra o Corinthians em Itaquera, em maio de 2015. Na ocasião, o time alviverde voltou a levar a melhor sobre o rival como visitante. Valdivia atuou 90 minutos na vitória por 2 a 0.

Nesta quarta-feira, o Corinthians precisa de uma virada para avançar na Libertadores. Se vencer por 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. Um triunfo por dois gols de diferença garante vaga ao time alvinegro.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x COLO-COLO

Data: 29 de agosto de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Libertadores (volta das oitavas)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Juan Belatt e Gustavo Rossi (ambos da ARG)

CORINTHIANS: Cássio (Walter), Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Pedrinho (Roger), Jadson e Clayson; Romero. Técnico: Osmar Loss

COLO-COLO: Orión; Zaldivia, Barroso e Insaurralde; Opazo, Baeza, Carmona e Damián Pérez; Valdivia; Paredes e Barrios. Técnico: Héctor Tapia

Futebol