PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gabigol relembra Copa do Brasil e diz que Santos "já vem sendo prejudicado"

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

28/08/2018 22h33

Após a eliminação do Santos nas oitavas de final da Copa Libertadores, nesta terça-feira (28), Gabriel Barbosa deu entrevista na zona mista do Estádio do Pacaembu. O atacante reclamou de supostos erros contra o time alvinegro e disse entender o comportamento dos torcedores que jogaram bombas e tentaram invadir o gramado.

“A gente não quer violência. Não quer guerra. A gente entende essa revolta, porque a gente foi prejudicado. Como falei, já tem de algum tempo, Copa do Brasil prejudicaram a gente, hoje mais uma vez, fora de campo. Entende a revolta da torcida. Óbvio que a gente queria terminar esse impasse, mas foi resolvido fora de campo”, lamentou Gabigol.

O atacante vê o Santos ser eliminado “de uma forma injusta como na Copa do Brasil”. Daquela vez, a partida foi encerrada quando o próprio Gabriel partia completamente livre em contra-ataque. Desta vez o problema foi muito maior: uma escalação irregular culminou em punição da Conmebol ao clube, que teve derrota por 3 a 0 para o Independiente decretada em tribunal. No jogo de volta, nesta terça, não conseguiu reverter tal resultado.

“Foi muito estranho [o caso]. A gente jogou, foi resolvido no dia do jogo. Mudamos o time, a tática. Então, é complicado”, reclamou Gabigol, referindo-se não só à punição, mas especificamente pela demora do Tribunal de Disciplina da Conmebol, que só divulgou a punição ao Santos horas antes do reencontro com o Independiente.

Futebol