PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Emerson Sheik admite erro após expulsão sem nem encostar na bola

Do UOL, em São Paulo

03/05/2018 00h36

Última cartada de Fábio Carille nesta quarta-feira (2), Emerson Sheik foi expulso dois minutos após entrar em campo na derrota do Corinthians para o Independiente por 2 a 1. O atacante reconheceu a falha nas redes sociais pouco após o final da partida pela Copa Libertadores. Clique aqui para ver os gols da partida.

“Cometi um erro e certamente sou passivo em errar novamente. Já acertei muito e vou continuar fazendo as coisas para que a margem de erros seja bem menor que os acertos”, escreveu o jogador de 39 anos, o mais velho do elenco alvinegro. “Vou continuar com o foco em levantar mais títulos pelo clube que escolhi amar verdadeiramente”, completou.

Emerson entrou aos 33 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians já tentava dar um destino alternativo à derrota parcial. Dois minutos depois, durante um contra-ataque a favor do time alvinegro, Pedrinho sofreu falta dura e a bola sobrou com os argentinos; então Sheik acertou um chute no argentino Sanchez Miño e foi imediatamente expulso. Ele nem chegou a tocar na bola.

Questionado sobre o destempero do companheiro durante o jogo, o meia Jadson contemporizou a reação de Emerson. “A gente não chegou a conversar; hoje não é dia de ter conversa. A gente vai ver amanhã, com o Carille e o pessoal. É um jogador experiente, e foi uma fatalidade ali”, entende o camisa 10, que acha importante dar suporte ao veterano. “Da mesma forma que ele apoia os mais jovens, a gente tem que apoiar agora”, disse. Fábio Carille, ao contrário, fugiu de pergunta sobre o assunto.

O cartão vermelho tira Emerson Sheik da viagem corintiana à Venezuela, onde a equipe de Fábio Carille pega o Deportivo Lara no próximo dia 17, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. O Corinthians lidera a chave com sete pontos, à frente de Independiente, Lara (ambos com seis) e Millionarios (quatro).

Futebol