PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Thiago Neves profetizou noite histórica e ainda encerrou jejum de 10 anos

Meia profetizou noite diferente no Mineirão depois de começo aquém do esperado - Washington Alves/Reuters
Meia profetizou noite diferente no Mineirão depois de começo aquém do esperado Imagem: Washington Alves/Reuters

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

26/04/2018 21h56

A goleada do Cruzeiro por 7 a 0 foi histórica para o clube e também para o meia Thiago Neves. Primeiro porque o camisa 30 encerrou um período de dez anos sem marcar gols pela Copa Libertadores. Segundo porque ele também profetizou que a noite desta quinta-feira seria diferente no Mineirão. Promessa é dívida: dois gols diante da torcida e atuação primorosa dentro de casa. Assista aos gols da partida.

"Sabíamos que o jogo era importante. Tínhamos que somar pontos. Jogamos bem no primeiro jogo contra eles lá, jogamos bem no Rio, mas os gols não saíram. Merecemos, desde o primeiro minuto, essa goleada", comentou após o jogo, se referindo à partida no Chile, pela Libertadores, e contra o Fluminense, pelo Brasileirão. Neste intervalo, o Cruzeiro chegou a três jogos sem vitórias e sem marcar gols, agora encerrados com a goleada.

A última vez que Thiago Neves havia marcado em uma Copa Libertadores aconteceu na temporada de 2008. Defendendo o Fluminense, o meia anotou três na final contra a LDU, mas amargou o vice daquele ano e o pênalti desperdiçado que valeu a taça. Nas edições anteriores, Thiago realizou 15 jogos em 2012 e 2013 com o time carioca, mas passou em branco, assim como aconteceu nas primeiras três partidas com o Cruzeiro.

Pressionado após somar apenas dois pontos nos primeiros nove disputados, o Cruzeiro iniciou a semana tensa diante da obrigação de vitória. Em sua entrevista na Toca da Raposa, Thiago Neves prometeu que nesta quinta-feira, a história seria diferente no Mineirão e garantiu que os gols viriam de qualquer maneira. Além dos dois de Neves, Sassá também balançou as redes por duas vezes. Rafinha, Arrascaeta e Sóbis fecharam a conta.

Incômodo na coxa não preocupa

Thiago Neves não foi substituído em campo e chamou atenção por aparentar um incômodo na coxa direita. Apesar da preocupação momentânea, o médico do Cruzeiro, Dr. Sérgio Campolina, indicou que o jogador sofreu apenas um desgaste, mas que não preocupa para os próximos jogos.

Futebol